Emissão Renascença | Ouvir Online
48k
Rubrica sobre tecnologia com a jornalista Cristina Nascimento para ouvir quinta-feira, às 13h, e sábado às 7h40.
A+ / A-
Arquivo
Rival do ChatGPT chega à Europa. Google Bard disponível em português

48k

Rival do ChatGPT chega à Europa. Google Bard disponível em português

13 jul, 2023 • Cristina Nascimento , André Peralta (sonorização)


Na atualização desta ferramenta de inteligência artificial para escrita de textos vai passar a ser possível também incluir imagens na ordem de escrita e vai poder escolher se quer que o texto seja curto ou longo.

Quatro meses depois de ter sido lançado, o Google Bard chega esta quinta-feira à Europa e passa a estar disponível em mais 40 línguas, entre as quais o português. Passa também a disponível na Europa, o que não acontecia até ao momento.

A Google revela ainda que, com a atualização da que esta ferramenta de escrita com recurso a inteligência artificial, pode passar a pedir ao Bard que escreva o texto dando indicações mais precisas sobre que tipo de resposta quer obter: se quer um texto longo ou curto, se quer um texto simples ou ainda se quer um texto profissional ou casual. Estas opções para já só estão disponíveis para inglês, mas a Google promete que em breve estará disponível noutros idiomas.

Outra novidade é que vai poder adicionar imagens na altura de solicitar a escrita de um texto. Por exemplo, se pedir ao Bard que escreva uma nota de agradecimento a quem lhe ofereceu um presente, pode carregar a imagem da oferta, o Bard analisa e escreve um texto mais adequado.

A Google lembra que, por defeito, os dados relativos à interação com o Bard são guardados durante 18 meses, mas pode reduzir este período de tempo para entre três a 36 meses ou pode até pedir para desligar por completo este registo e apagar facilmente a sua atividade no Bard.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.