Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

JMJ Lisboa 2023

Registadas mais de três milhões de viagens na semana da JMJ

10 out, 2023 - 17:20 • Lusa

Jornada Mundial da Juventude contou com a presença de 1,5 milhões de pessoas em Lisboa, Loures e Oeiras na primeira semana de agosto.

A+ / A-

Mais de três milhões de viagens foram registadas durante a semana da Jornada Mundial da Juventude e a operação televisiva permitiu que o evento fosse visto por cerca de 500 milhões de pessoas, indicou esta terça-feira o Governo.

Estes números foram avançados pela ministra-adjunta e dos assuntos parlamentares, Ana Catarina Mendes, na Comissão Parlamentar da Administração Pública, Ordenamento do Território e Poder Local, onde hoje foi ouvida a pedido do Chega sobre os ajustes diretos feitos para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que se realizou em Lisboa entre 01 e 06 de agosto.

A ministra destacou o sucesso da JMJ, sublinhando que “não foi um evento apenas da área metropolitana de Lisboa, mas foi um evento que percorreu todo o país”.

Segundo Ana Catarina Mendes, a JMJ contou com a presença de 1,5 milhões de pessoas em Lisboa, Loures e Oeiras na primeira semana de agosto e a operação televisiva permitiu que este evento chegasse a cerca 500 milhões de telespetadores em 150 países.

A governante deu também conta de que houve mais de 700 mil validações de bilhetes nos comboios e, no dia 04 de agosto, verificou-se “um recorde absoluto” de validações no Metro de Lisboa, com mais 737 mil.

“Registámos um número de viagens enormíssimo no período de cinco dias úteis consecutivos, com mais de três milhões de viagens”, avançou.

Inscreveram-se também para a cobertura do evento mais de 3.600 jornalistas de mais de 100 países.

A ministra disse igualmente que, no setor da saúde, houve quatro hospitais de campanha, 17 postos médicos avançados, 124 equipas móveis e mais de 100 viaturas de socorro adicionais no terreno, numa operação que envolveu cerca de 500 profissionais ao serviço do INEM, 1.200 da Cruz Vermelha e 2.500 dos corpos dos bombeiros.

O plano de segurança incluiu, de acordo com Ana Catarina Mendes, “sinergias entre 14 entidades integradas no Sistema de Segurança Interna”, que contou com mais de 10 mil polícias da PSP, mil militares da GNR por dia, 320 inspetores do SEF e de 840 bombeiros com 325 viaturas, além de polícias estrangeiras, nomeadamente de Espanha e França.

A JMJ é o maior encontro de jovens católicos de todo o mundo com o Papa e este ano realizou-se em Lisboa na primeira semana de agosto e contou com a presença de cerca de 1,5 milhões de pessoas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+