Tempo
|
A+ / A-

Joana Vasconcelos orienta visita temática à exposição “Rosarium: Alegria e Luz, Dor e Glória”

09 out, 2023 - 08:55 • Olímpia Mairos

O momento formativo, orientado pela artista plástica, está agendado para o dia 11 de outubro, pelas 21h15, no Convivium de Santo Agostinho, no piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade, em Fátima.

A+ / A-

“Suspensão: sobre a criação, sobre a execução, sobre a exposição” é o mote para a última visita temática à exposição “Rosarium: Alegria e Luz, Dor e Glória”, no Santuário de Fátima, orientada pela artista plástica Joana Vasconcelos.

O momento formativo está agendado para o dia 11 de outubro, pelas 21h15, no Convivium de Santo Agostinho, no piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade.

A obra “Suspensão”, de Joana Vasconcelos, foi criada para o Centenário das Aparições de Fátima. O terço de grande escala, instalado em 2017 na vertical, encontra-se agora disposto na horizontal, “duas dimensões que criam os dois eixos que são a cruz”, assinalou a artista aquando da inauguração da exposição, em novembro de 2022.

Segundo Joana Vasconcelos “trazer à luz que todos nós podemos colaborar para que a paz exista no mundo” é o mote desta peça.

A artista plástica apresentou a obra de arte, a 2 de maio de 2017. O terço de 28 metros de altura com 540 quilogramas, foi inaugurado, em Fátima, no dia 12 de maio, pelo Papa Francisco, por ocasião da sua visita à Cova da Iria.

O Santuário recorda que Joana Vasconcelos descreveu a peça como “uma ligação de paz, esperança, amor e tolerância entre o céu e a terra”.

O terço "Suspensão", é constituído por contas numa matéria plástica, ligadas entre si por ganchos de metal, com uma cruz de Vitrúvio, que “é um sinal de humanismo”.

A peça - segundo a artista - foi feita especificamente para “estar em harmonia com a arquitetura do local e as celebrações do centenário”, integrada na cultura e nas tradições locais.

De acordo com o Santuário, a exposição “Rosarium: Alegria e Luz, Dor e Glória” percorre os quatro mistérios que se meditam no Rosário, através de uma narrativa que convida à contemplação desta oração mariana, que é uma das dimensões mais estruturantes da mensagem de Fátima.

“O itinerário começa, por isso, com a projeção do pedido que a Senhora do Rosário fez aos Pastorinhos para que rezassem o Terço todos os dias para alcançar a paz. A terminar o primeiro núcleo é apresentada uma obra de arte contemporânea que apresenta 150 terços oferecidos por peregrinos anónimos a Nossa Senhora de Fátima”, explica.

O segundo núcleo da exposição interpreta e contempla os mistérios do Rosário, estando os subnúcleos que apresentam os mistérios da alegria, da luz, da dor e da glória, dispostos “à volta de um monumental Rosário, situado no centro do espaço, e que serve de peça âncora sob a qual os visitantes meditam as contas de cada mistério”.

“Cada subnúcleo apresenta um Terço que pertenceu aos Pastorinhos de Fátima e, sob o fundo de um painel que mostra fotos de pormenor das mãos de peregrino a rezar o Terço, são dispostas, lado a lado, uma peça de arte antiga e contemporânea, suscitando interpretações no diálogo que se estabelece entre ambas”, adianta o Santuário.

O terceiro núcleo, tem como título “Entre o céu e a terra”, expõe a obra “Suspensão”, que Joana Vasconcelos fez por ocasião do centenário das Aparições de Fátima, e que apresenta um monumental Rosário, iluminado, em que a cruz está disposta sobre uma reprodução de “Homem de Vitrúvio”, de Leonardo da Vinci.

A exposição tem entrada livre e pode ser visitada no Convivium de Santo Agostinho, piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+