32,08%
8 Deputados
31,11%
7 Deputados
9,79%
2 Deputados
9,07%
2 Deputados
4,26%
1 Deputados
4,12%
1 Deputados
3,76%
0 Deputados
1,22%
0 Deputados
2,62%
0 Deputados
  • Freguesias apuradas: 3092 de 3092
  • Abstenção: 63,48%
  • Votos Nulos: 0,77%
  • Votos em Branco: 1,20%

A+ / A-

Novo bispo auxiliar do Porto

Cónego Joaquim Dionísio “O meu olhar volta-se agora para a grande diocese do Porto”

26 mai, 2023 - 15:00 • Isabel Pacheco

O novo bispo auxiliar saúda a diocese do Porto e agradece a todos quantos o “ajudaram a caminhar”.

A+ / A-

O cónego Joaquim Dionísio, nomeado esta sexta-feira bispo auxiliar da diocese do Porto, saúda os fiéis da sua nova diocese e manifesta a sua “total disponibilidade e lealdade”.

Na nota de saudação, o sacerdote da diocese de Lamego diz que o seu olhar “volta-se agora para a grande diocese do Porto” e agradece ao Bispo do Porto, D. Manuel Linda “a confiança e o acolhimento”.
“Saúdo todos os que vivem nesse vasto território, pleno de vida e marcado pela fé, manifestando-lhe total disponibilidade e lealdade para com ele colaborar no serviço ao Povo de Deus”, destaca.

O até agora reitor Santuário de Nossa Senhora da Lapa admite, no entanto, a “apreensão própria de quem se reconhece limitado” para a sua nova missão episcopal e agradece a todos quantos o “ajudaram a caminhar”.

“Gratidão à bela diocese de Lamego, onde nasci e cresci, ao Sr. D. António Couto, aos sacerdotes do presbitério e, sobretudo, às suas comunidades e instituições onde servi”, pode ler-se.

Natural de São Martinho de Cimbres, em Armamar, na diocese de lamego, o cónego Joaquim Proença Dionísio é reitor do Santuário de Nossa Senhora da Lapa e pároco de três paróquias na diocese de Lamego.

O novo bispo auxiliar do Porto, D. Joaquim Proença Dionísio, será ordenado em Lamego, a 16 de julho.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+