Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Papa Francisco já teve alta e rezou em basílica pelos doentes

14 jul, 2021 - 10:36 • Agência Ecclesia

Francisco esteve internado dez dias para ser operado a um problema no cólon. O Papa vai recuperar no Vaticano, num mês de julho que, como é habitual, não tem compromissos públicos.

A+ / A-

O Papa regressou esta quarta-feira ao Vaticano, após 10 dias de internamento no Hospital Gemelli, de Roma, onde foi operado a um problema no cólon, informa o jornal "Avvenire", da Conferência Episcopal Italiana.

Francisco deixou a instituição ao lado do seu motorista, no carro que habitualmente o transporta nas deslocações em Roma.

O diretor da sala de imprensa da Santa Sé confirmou aos jornalistas que Francisco deixou o Hospital Gemelli pelas 10h30 da manhã, mas ainda antes de regressar à Casa de Santa Marta, onde reside no Vaticano, foi até à Basílica de Santa Maria Maior agradecer pelo facto da cirurgia ter corrido bem e rezou “por todos os doentes”.

Após a alta, o Papa vai recuperar no Vaticano, num mês de julho que, como é habitual, não tem compromissos públicos.


Uma nota da Santa Sé, divulgada esta terça-feira, indicava que Francisco prosseguia os tratamentos e reabilitação para “regressar quanto antes ao Vaticano”; na última tarde, o Papa visitou o serviço de Oncologia Pediátrica, localizado no 10.º andar do Gemelli.

A entrada no hospital aconteceu na tarde de 4 de julho, para uma intervenção cirúrgica ao cólon.

Francisco surgiu este domingo em público, pela primeira vez desde a operação, para presidir à recitação do Ângelus.

Antes dessa oração, refere o Vaticano, o Papa quis encontrar-se com pacientes da vizinha enfermaria de Oncologia Pediátrica, com as suas famílias; posteriormente, cumprimentou os pacientes internados no mesmo andar, conversando brevemente com a equipa médica e de enfermagem.

Francisco, de 84 anos de idade, sofria de uma “estenose diverticular grave”, com sinais de diverticulite esclerosante, um problema no cólon.

[notícia atualizada às 14h18]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+