Tempo
|
A+ / A-

Motorista do Papa “é uma daquelas pessoas que leva a Igreja por diante”

30 jun, 2021 - 10:50 • Aura Miguel

O elogio é do próprio Francisco, que na Audiência Geral, pediu “um aplauso para o Renzo”.

A+ / A-
Papa elogia "fidelidade" do motorista pessoal. “É uma daquelas pessoas que leva a Igreja por diante”
Papa elogia "fidelidade" do motorista pessoal. “É uma daquelas pessoas que leva a Igreja por diante”

O Papa Francisco agradeceu nesta quarta-feira, no final da Audiência Geral, a dedicação dos leigos que trabalham no Vaticano. O seu motorista, que hoje entra na reforma, teve direito a uma palavra especial.

“Aqui no Vaticano há muita variedade de gente: padres, cardeais, irmãs que trabalham… e tantos leigos, tantos”, disse o Santo Padre. “Hoje, quero chamar a atenção para agradecer um leigo que vai para a reforma: Renzo Cece. Ele começou a trabalhar aos 14 anos, vinha de bicicleta e hoje é o motorista do Papa.”

Os fiéis presentes começaram a bater palmas e Francisco aproveitou, pedindo “um aplauso para o Renzo e para toda a sua fidelidade”.

“É uma daquelas pessoas que leva a Igreja por diante com o seu trabalho, com a sua benevolência e com a sua oração. Agradeço-lhe muito e aproveito também a oportunidade para agradecer a todos os leigos que trabalham connosco no Vaticano”, acrescentou.

Na catequese desta quarta-feira, dedicada à Carta de São Paulo aos Gálatas, o Papa sublinhou que “nunca devemos esquecer o tempo e a forma como Deus entrou na nossa vida” e, à semelhança do Apóstolo, “fixar no coração e na mente aquele encontro com a graça, quando Deus mudou a nossa existência”.

Na relação com Deus, “não há nada de casual, porque Ele tece a nossa história e, se correspondermos com confiança ao seu plano de salvação, apercebemo-nos disso”, afirmou.

Em jeito de despedida, Francisco fez votos para que “o período estivo seja uma ocasião para aprofundar a própria relação com Deus e seguir mais livremente o caminho dos seus mandamentos.”

Saiba Mais
      Comentários
      Tem 1500 caracteres disponíveis
      Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

      Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

      Destaques V+