A+ / A-

Páscoa. Mensagem do Santo Padre à paróquia da prisão “Due Palazzi” de Pádua

10 abr, 2020 - 11:06 • Aura Miguel

Francisco enviou uma mensagem de agradecimento aos fiéis que prepararam os textos das meditações para a Via Sacra desta Sexta-feira Santa.

A+ / A-

“Li as meditações da Via Crucis, que todos, em conjunto, nos ofereceram. Demorei-me nas pregas das vossas palavras e senti-me acolhido, em casa”, escreve o Papa na mensagem conhecida nesta Sexta-feira Santa.

“Deus fala de si e fala-nos dentro de uma história e convida-nos a uma escuta atenta e misericordiosa”, continua.

O Papa agradece aos autores dos textos o facto de não terem assinado o seu nome, “não pelo anonimato, mas para incluir as muitas pessoas ligadas ao mundo da prisão”, permitindo assim “emprestar a vossa história a todos aqueles que compartilham a mesma situação”.

Para o Santo Padre, “é reconfortante ler uma história em que habitam histórias não apenas dos detidos, mas também daqueles que se apaixonam pelo mundo das prisões”. E conclui: “Juntos, é possível. Juntos”.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+