A+ / A-

Isabel Mendes Lopes eleita líder parlamentar do Livre

19 mar, 2024 - 07:47 • Lusa

Nas eleições de 10 de março, o Livre elegeu uma bancada parlamentar de quatro deputados, composta por Rui Tavares (Lisboa), Isabel Mendes Lopes (Lisboa), Jorge Pinto (Porto) e Paulo Muacho (Setúbal).

A+ / A-

A recém-eleita deputada do Livre Isabel Mendes Lopes vai ser a líder parlamentar da bancada do partido na próxima sessão legislativa.

Fonte oficial do Livre disse à Lusa que a dirigente foi eleita por unanimidade pela bancada do partido na Assembleia da República, agora composta por quatro deputados, que incluem o porta-voz Rui Tavares.

Isabel Mendes Lopes tem 42 anos e é engenheira civil, especializada em mobilidade e transportes.

Foi a "número dois" do partido pelo círculo eleitoral de Lisboa nas últimas eleições legislativas, logo a seguir ao cabeça de lista, Rui Tavares.

É deputada municipal na autarquia da capital desde 2021 e trabalhou até agora no gabinete parlamentar do Livre na Assembleia da República.

Está no Livre desde a sua fundação, fez parte da direção entre 2015 e 2022 e é atualmente membro da Assembleia do Livre, órgão máximo entre congressos.

A dirigente nasceu no Reino Unido e veio para Portugal aos dois anos. Vive atualmente em Lisboa.

No passado dia 10 de março, o Livre passou de um deputado único para uma bancada parlamentar de quatro, composta por Rui Tavares, Isabel Mendes Lopes, Jorge Pinto (eleito pelo Porto) e Paulo Muacho (por Setúbal).

De acordo com dados provisórios da Secretária-geral do Ministério de Administração Interna, uma vez que faltam contabilizar os votos da emigração, o Livre obteve nas últimas legislativas 3,26%, o equivalente a 199.888 votos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+