Tempo
|
A+ / A-

OE2024. PCP vai manter voto contra na votação final global

28 nov, 2023 - 19:26 • Lusa

O secretário-geral, Paulo Raimundo, considera que nenhuma proposta na especialidade alterou "de fundo" as questões do orçamento.

A+ / A-

O PCP vai votar contra o Orçamento do Estado para o próximo ano na votação final global, agendada para quarta-feira, porque não houve uma alteração "de fundo" durante o processo na especialidade, anunciou esta terça-feira o secretário-geral.

"Vamos voltar a votar contra. Não há nenhuma alteração no debate da especialidade que tenha alterado de fundo as questões do orçamento", afirmou Paulo Raimundo.

Em declarações à agência Lusa após uma reunião com o Partido Ecologista Os Verdes, na sede daquele partido, junto à Assembleia da República, o secretário-geral do PCP considerou que "não há como" alterar o sentido de voto da generalidade e também dos últimos dois orçamentos.

Considerando que se tem assistido a uma "nova forma de fazer política" marcada por "inverdades", Paulo Raimundo contestou a ideia de que "o orçamento tinha que de ser aprovado e era muito importante por causa do salário mínimo nacional, que o orçamento tinha de ser aprovado senão não aumentavam as pensões nem aumentos de salários na função pública".

"Não tem nenhuma correspondência com a realidade isso. O que é interessante é que, independentemente da forma como alguns vão votar amanhã, o que quiseram garantir foi este orçamento", criticou, sustentando que a proposta "não salvaguarda as questões fundamentais".

A discussão e votação na especialidade do Orçamento do Estado para 2024 entrou esta terça-feira no quarto dia, estando a votação final global do documento agendada para quarta-feira.

O PCP conseguiu ver aprovadas propostas para a melhoria das condições de trabalho dos profissionais das forças e serviços de segurança, para a de eliminação de barreiras arquitetónicas em espaços públicos e a abertura de pelo menos 150 novas salas na rede pública do pré-escolar no próximo ano, em articulação com os municípios.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+