Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Governo defende negócio de venda da Efacec

02 nov, 2023 - 18:02 • Redação

Ministra Mariana Vieira da Silva afirma que "todas as decisões do Governo são escrutináveis".

A+ / A-

Perante as críticas da oposição, a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, defende a venda da Efacec e diz que "todas as decisões do Governo são escrutináveis".

“O Ministério da Economia e das Finanças tiveram oportunidade, ontem, de fazer uma conferência de imprensa e eu não tenho nada a acrescentar, a não ser que todas as decisões do Governo são escrutináveis, quer pela comunicação social quer pelos órgãos próprios“, declarou Mariana Vieira da Silva, esta quinta-feira, no final do Conselho de Ministros.

A ministra da Presidência considera que a venda da Efacec a um fundo alemão foi a melhor decisão.

“O Governo tomou aquela que considerou ser a melhor decisão sobre esta matéria, tendo em conta a importância estratégica que a empresa tem”, sublinhou Mariana Vieira da Silva.

A Iniciativa Liberal (IL) avançou esta quinta-feira com um pedido de comissão parlamentar de inquérito à tutela política da gestão da Efacec, na sequência do negócio da venda da empresa a um fundo alemão.

A IL decide avançar com o inquérito após o Governo anunciar a venda da Efacec à Mutares. O Estado vai injetar mais 160 milhões de euros na empresa, além dos 200 milhões de euros já gastos, 10 milhões de euros por cada mês, desde abril de 2022.

Tópicos
Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+