Tempo
|
A+ / A-

PSD acusa Costa de "processo de vitimização"

16 jul, 2023 - 17:47 • José Bastos

Miguel Pinto Luz afirma que o primeiro-ministro "sabe que tem um Governo desresponsabilizado e afetado do ponto de vista da credibilidade".

A+ / A-
Miguel Pinto Luz acusa António Costa de “processo de vitimização”

O vice-presidente do PSD, Miguel Pinto Luz, acusa o primeiro-ministro, António Costa, de encetar um “processo de vitimização” e uma tentativa de desviar as atenções de um Governo com falta de autoridade.

Em declarações à Renascença, o dirigente social-democrata reage ao artigo de opinião no jornal Observador, em que António Costa garante que "não desvaloriza a corrupção” e que nos últimos dias assistiu à “construção de uma mentira” sobre a forma como comentou os casos na Defesa.

“É um processo de vitimização. Ele tenta virar o terreno de jogo desviando as atenções com um processo de vitimização que não é aquilo que está aqui a ser discutido”, afirma Miguel Pinto Luz.

O vice-presidente do PSD diz na Renascença que as críticas dirigidas ao primeiro-ministro “têm muito a ver com a forma como ele desvalorizou o caso em concreto”, numa referência ao caso que envolve Marco Capitão Ferreira, ex-secretário de Estado da Defesa.

“O que António Costa tentou fazer foi desviar as atenções. Ele de facto o que quis esconder foi a desvalorização da degradação do Governo por sua culpa exclusiva. Costa sabe que tem um Governo desresponsabilizado e afetado do ponto de vista da credibilidade, que culmina com uma falta de autoridade para governar”, acusa Miguel Pinto Luz.

“Hoje o problema está generalizado, não se coloca apenas nos seus ministros zombies”, atira o dirigente social-democrata.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+