32,08%
8 Deputados
31,11%
7 Deputados
9,79%
2 Deputados
9,07%
2 Deputados
4,26%
1 Deputados
4,12%
1 Deputados
3,76%
0 Deputados
1,22%
0 Deputados
2,62%
0 Deputados
  • Freguesias apuradas: 3092 de 3092
  • Abstenção: 63,48%
  • Votos Nulos: 0,77%
  • Votos em Branco: 1,20%

A+ / A-

Legislativas 2022

Francisco Rodrigues dos Santos vota “tranquilo e confiante”

30 jan, 2022 - 11:05 • Marta Grosso

O líder do CDS votou por volta das 10h30 em Lisboa. Apelou aos eleitores que “votem com razão e coração”

A+ / A-

Veja também:


Francisco Rodrigues dos Santos votou, neste domingo de manhã, para as legislativas antecipadas. Chegou bem disposto à Escola Básica 2,3 prof. Lindley Cintra/Escola Secundária do Lumiar, em Lisboa e disse acreditar que irá terminar o dia melhor do que começou.

Aos jornalistas, o líder do CDS disse-se "tranquilo e confiante" nas eleições deste domingo e também que se sente em avalição.

"Todos os políticos são colocados à prova no dia das eleições. Em qualquer profissão, somos avaliados pelos nossos resultados e eu sinto que estou a ser testado, assim como o meu partido, mas tenho a consciência tranquila e é com humildade que vou aceitar a escolha dos portugueses", afirmou.

"Nesta altura, resta confiar e aguardar serenamente", acrescentou.

Por causa da pandemia de Covid-19 e a predominância da variante Ómicron, foi recomendado aos eleitores infetados ou em isolamento que votem entre as 18h00 e as 19h00.

Em 2019, a taxa de abstenção atingiu o recorde de 51,43%, comparando com os 8,3% nas eleições para a Assembleia Constituinte, em 1975, ou os 16,4% das primeiras legislativas, em 1976.

No total, são eleitos 230 deputados à Assembleia da República, de onde sairá o XXIII Governo Constitucional.

Podem votar para as eleições antecipadas de hoje 10.820.337 eleitores, mais 9.808 do que nas anteriores legislativas, em 2019. .

A legislatura atual, que terminaria apenas em 2023, foi interrompida depois do "chumbo" do Orçamento do Estado para 2022 ter gerado uma crise política que levou à dissolução do parlamento e à convocação de eleições antecipadas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+