Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Presidente da República chega ao Vaticano para ser recebido por Papa Francisco

12 mar, 2021 - 09:45 • Lusa

Tal como no início do seu primeiro mandato, Marcelo começa o segundo indo ao Vaticano e a Espanha.

A+ / A-

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já está no Vaticano, em Itália, para ser recebido pelo Papa Francisco em audiência privada, cumprindo a tradição de há cinco anos, quando também se deslocou à Santa Sé.

Marcelo Rebelo de Sousa, que tomou posse na terça-feira para um segundo mandato, chegou à praça de São Pedro, no Vaticano, cerca das 10h10 horas locais (9h10 em Lisboa), minutos antes de ser recebido pelo papa Francisco.

O Presidente da República entrou pela praça principal numa viatura da Embaixada de Portugal junto da Santa Sé, com a bandeira de Portugal, seguido por três carros, um deles de segurança, como manda o protocolo.

A justificar a visita está o facto de a Santa Sé ter sido primeiro Estado a reconhecer a independência de Portugal, em 1179.

Marcelo Rebelo de Sousa encontra-se hoje em Roma para esta audiência com o papa Francisco, depois de o sumo pontífice ter participado numa viagem vista como histórica ao Iraque.

E, tal como aconteceu em 2016, depois de ser recebido no Vaticano, Marcelo Rebelo de Sousa viaja para Madrid para uma audiência com o Rei de Espanha, Filipe VI.

Também há cinco anos e ainda longe do contexto de pandemia de Covid-19, o Presidente da República visitou igualmente o Vaticano e Madrid, mas numa viagem de três dias.

Reeleito nas eleições presidenciais de 24 de janeiro passado à primeira volta, com 60,67% dos votos expressos, Marcelo Rebelo de Sousa tomou posse para um segundo mandato perante a Assembleia da República na terça-feira, numa cerimónia com assistência reduzida, devido à Covid-19, em que o núncio apostólico, embaixador da Santa Sé em Portugal, representou todo o corpo diplomático.

Há cinco anos, o chefe de Estado demorou mais tempo a realizar as primeiras visitas ao estrangeiro, que aconteceram oito dias depois de tomar posse, mas escolheu os mesmos destinos. Foi recebido pelo papa Francisco na manhã de 17 de março de 2016, deslocando-se depois para Madrid, para um encontro com o rei Felipe VI.

No seu primeiro mandato, Marcelo Rebelo de Sousa voltou a estar com o Papa Francisco em maio de 2017, aquando da sua visita apostólica de menos de 24 horas a Portugal, por ocasião do centenário de Fátima, que disse acompanhar como Presidente e "como peregrino".

Em janeiro de 2019, participou no Panamá na Jornada Mundial da Juventude, com o papa Francisco, e após ser anunciado que a próxima edição deste encontro católico seria em Portugal, em 2022, assumiu "uma grande vontade" de se recandidatar a Presidente da República para estar em funções nessa ocasião.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+