A+ / A-

Jovem é julgado em Coimbra por quase quatro mil crimes de pornografia de menores

08 abr, 2024 - 13:12 • Lusa

De acordo com o MP, para além de alegadamente armazenar pornografia de menores o arguido manteria conversas com utilizadores da aplicação de mensagens Telegram, partilhando as ligações para as suas pastas com vídeos e fotografias armazenadas na nuvem.

A+ / A-

O Tribunal de Coimbra começa a julgar na quinta-feira um jovem de 28 anos que é acusado de 3.818 crimes de pornografia de menores, um por cada vídeo encontrado nas buscas à residência do arguido.

Segundo a acusação a que a agência Lusa teve acesso, o Ministério Público identifica 3.674 ficheiros, sobretudo vídeos, alegadamente encontrados numa conta digital de armazenamento em nuvem do arguido, totalizando cerca de 27 gigabytes.

Os ficheiros foram encontrados após a residência do arguido ter sido alvo de busca em novembro de 2022, altura em que o seu computador portátil foi apreendido, refere o Ministério Público (MP).

Para além dos ficheiros encontrados na conta digital que seria do arguido, foram ainda identificados outros 142 ficheiros, entre fotografias e vídeos, que estariam armazenados na pasta de transferências do seu computador, afirma a acusação.

A residência do arguido foi alvo de busca um ano depois de a investigação ter identificado a alegada partilha por parte do arguido de dois ficheiros de vídeo de pornografia de menores.

De acordo com o MP, para além de alegadamente armazenar pornografia de menores o arguido manteria conversas com utilizadores da aplicação de mensagens Telegram, partilhando as ligações para as suas pastas com vídeos e fotografias armazenadas na nuvem.

O Ministério Público acredita que o jovem de 28 anos terá armazenado e partilhado fotografias e vídeos pelo menos entre novembro de 2021 e outubro de 2022.

Na acusação, o MP pede ainda que possam ser aplicadas ao arguido sanções acessórias previstas no Código Penal, como a proibição de exercício de funções que envolvam contacto regular com menores e inibição de responsabilidades parentais.

O julgamento começa na quinta-feira, às 11h00, à porta fechada (por se tratar de crimes de teor sexual).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+