A+ / A-

Cerca de 1.500 professores terão sido afetados pelo regime de mobilidade por doença

14 fev, 2024 - 10:01 • Hugo Monteiro , Olímpia Mairos

Os números são da Fenprof que defende uma “alteração profunda da legislação”.

A+ / A-

Cerca de 1.500 professores terão sido prejudicados pelo regime de mobilidade por doença nos dois últimos anos. As contas são da Fenprof que apresenta, esta manhã, em conferência de imprensa, o relato de docentes que viram a situação clínica agravada ou que tiveram de apresentar baixa médica, depois de não terem conseguido vaga no regime de mobilidade por doença.

À Renascença, Mário Nogueira adianta que muitos docentes ficaram impedidos de concorrer, ou não conseguiram vaga.

“Por aquilo que nós conseguimos ver poderão ser na ordem dos 1.000 a 1.500 professores que ou não puderam concorrer ou tendo concorrido não havia vaga, porque, na verdade, aquilo que deveria ser um regime de proteção na doença transformou-se num concurso”, diz.

Nestas declarações, o sindicalista acrescenta que “no ano em que a legislação tem de ser alterada - a própria legislação o prevê - a Fenprof quer provar que não se pode manter um regime sequer semelhante àquele que hoje vigora”.

“E isso significa, portanto, que a legislação tem que ser profundamente alterada. E quem o vai dizer, mais do que nós, são os próprios que foram afetados por ela com as suas situações clínicas agravadas ou com o facto de terem sido obrigados a ficar de baixa médica”, conclui.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • João Silva
    14 fev, 2024 Pedroso 13:15
    Boa tarde, Mobilidade por doença? Depois dos 5000 já nesse regime? Estão todos doentes mas não é da cabeça porque não colocam baixa. Se quiserem fazemos as escolas em sua casa.
  • João Silva
    14 fev, 2024 Pedroso 13:15
    Boa tarde, Mobilidade por doença? Depois dos 5000 já nesse regime? Estão todos doentes mas não é da cabeça porque não colocam baixa. Se quiserem fazemos as escolas em sua casa.

Destaques V+