Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Enfermeiros do Hospital de Vila Franca de Xira estão em greve esta quinta-feira

08 fev, 2024 - 04:35 • Lusa

A contabilização de todos os anos de serviço no Serviço Nacional de Saúde (SNS), a contratação de mais profissionais de saúde e a regulação dos horários de trabalho são algumas das reivindicações que estão por detrás da realização da greve.

A+ / A-

Os enfermeiros do Hospital de Vila Franca de Xira, no distrito de Lisboa, vão realizar, esta quinta-feira, uma greve, nos turnos da manhã (08h00-16h00) e da tarde (16h00-00h00), para reivindicar melhores condições laborais.

A contabilização de todos os anos de serviço no Serviço Nacional de Saúde (SNS), a contratação de mais profissionais de saúde e a regulação dos horários de trabalho são algumas das reivindicações que estão por detrás da realização da paralisação, segundo o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP).

Outra das reivindicações é a transição de todos os enfermeiros especialistas para a respetiva categoria, situação que não ficou acautelada na alteração do modelo de parceria público-privada (PPP) para a gestão estatal.

Atualmente, trabalham no Hospital de Vila Franca de Xira cerca de 500 enfermeiros, mas, no entendimento do SEP, este é um número "insuficiente para dar resposta às necessidades dos utentes".

O Hospital de Vila Franca de Xira foi inaugurado em março de 2013 para servir cerca de 250 mil habitantes dos concelhos de Alenquer, Arruda dos Vinhos, Azambuja, Benavente e Vila Franca de Xira.

O equipamento funcionou em regime de parceria público-privada pelo Grupo Mello Saúde até 2021, altura em que transitou para o modelo de entidade pública empresarial.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+