32,08%
8 Deputados
31,11%
7 Deputados
9,79%
2 Deputados
9,07%
2 Deputados
4,26%
1 Deputados
4,12%
1 Deputados
3,76%
0 Deputados
1,22%
0 Deputados
2,62%
0 Deputados
  • Freguesias apuradas: 3092 de 3092
  • Abstenção: 63,48%
  • Votos Nulos: 0,77%
  • Votos em Branco: 1,20%

A+ / A-

Santa Maria quer alargar internamento domiciliário de 12 para 30 camas

06 fev, 2024 - 14:48 • Lusa

O Santa Maria acompanhou já 675 doentes internados em casa e realizou cerca de 10.600 visitas domiciliárias.

A+ / A-

A Unidade Local de Saúde (ULS) Santa Maria, em Lisboa, quer alargar a capacidade de internamento domiciliário de 12 para 30 camas e criar um Centro de Responsabilidade Integrado (CRI) nesta área, esta terça-feira anunciado.

Em comunicado, a ULS Santa Maria explica que o compromisso foi assumido pelo presidente do conselho de administração na cerimónia que assinalou os quatro anos da Unidade de Hospitalização Domiciliária (UHD).

Criada em fevereiro de 2020, a UHD de Santa Maria acompanhou já 675 doentes internados em casa e realizou cerca de 10.600 visitas domiciliárias, num total de 73 mil quilómetros percorridos em quatro anos.

A Unidade de Hospitalização Domiciliária da ULS Santa Maria tem neste momento capacidade para 12 doentes internados em casa em simultâneo.

Na nota, a ULS Santa Maria sublinha que, ao objetivo de quase triplicar o número de internamentos domiciliários, se junta o desafio simultâneo de "trabalhar em proximidade com os profissionais dos centros de saúde de Mafra", que agora a integram.

"Um objetivo que passa pelo reforço de quatro áreas", especificou o presidente do conselho de administração, Carlos das Neves Martins, citado no comunicado.

O responsável enumera: "Uma dotação adequada do capital humano, novas instalações para o serviço a criar, decorrente do seu alargamento, reforço de equipamentos, nomeadamente na área das tecnologias da informação, e viaturas dedicadas às equipas da hospitalização domiciliária".

A UHD de Santa Maria tem atualmente três médicos, cinco enfermeiros, uma assistente social, uma assistente técnica e uma assistente operacional.

Em quatro anos de atividade, já acompanhou doentes de cerca de 20 especialidades hospitalares da ULS Santa Maria e até de outros hospitais e centros de saúde.

As doenças mais comuns que motivam internamentos em casa dizem respeito a problemas do trato urinário e infeções respiratórias, mas a unidade já acompanhou também doentes cirúrgicos e paliativos.

A hospitalização domiciliária é um modelo de assistência hospitalar em alternativa ao internamento convencional.

Presta cuidados de saúde diferenciados a pessoas com doença aguda ou crónica agudizada, mas que estejam estáveis clinicamente e tenham condições de habitabilidade.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+