Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

UTAD. Estudantes da CPLP com valor das propinas igual aos estudantes portugueses

22 jan, 2024 - 09:16 • Olímpia Mairos

A medida abrange novos e atuais estudantes de licenciatura, mestrado ou doutoramento.

A+ / A-

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) vai igualar, a partir do ano letivo 2024/2025, o valor da propina dos estudantes oriundos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) aos restantes estudantes da instituição.

A medida, apresentada pela reitoria em reunião do Conselho Geral foi aprovada por unanimidade, é implementada no próximo ano letivo, e abrange novos e atuais estudantes de licenciatura, mestrado ou doutoramento que sejam oriundos da CPLP.

De acordo com o reitor da UTAD, Emídio Gomes, “a língua portuguesa é uma matriz identitária que a todos nos une, pelo que esta é uma decisão de política da atual reitoria”.

A UTAD refere que é a primeira instituição de ensino superior em Portugal a fazer esta discriminação positiva, explicando que a medida está inserida na estratégia de internacionalização da oferta educativa e que vai ao encontro das preocupações no atual contexto socioeconómico e da própria sustentabilidade da universidade.

“A internacionalização na UTAD é um processo de integração pleno e de verdade. Um novo estudante internacional é mais um membro da família UTAD. A matriz linguística comum é um acréscimo à presença de Portugal no mundo”, assinala o reitor.

O valor das propinas para estes alunos passa a ser de 550 euros para os cursos de técnico superior profissional, de 697 euros para os ciclos de estudo de licenciatura e mestrado integrados e mestrado de continuidade, 1.019 euros para os ciclos de mestrados e nos 1.250 euros para os ciclos de estudos de Doutoramento.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Eduardo
    25 jan, 2024 Bragança 08:53
    Excelente iniciativa da UTAD. Um exemplo a ser seguida pelas demais instituições portuguesas.
  • João Silva
    22 jan, 2024 Pedroso 10:04
    Ridículo. Eu estar a pagar para estudantes internacionais? Porque? O que devia de acontecer era a as IES deviam receber era exatamente esses valor por cada aluno. E só esses

Destaques V+