Tempo
|
A+ / A-

Médicos em Luta

Acordo do Governo com o SIM é "lesivo" para os médicos e "prejudicial" para o SNS

29 nov, 2023 - 01:05 • José Carlos Silva

Susana Costa, da organização, admite que, para muitos clínicos, o SIM está a ser encarado como um traidor da classe.

A+ / A-

O movimento Médicos em Luta critica o acordo do Sindicato Independente dos Médicos (SIM) com o Governo, classificando-o como "lesivo" para a classe e "prejudicial" para o SNS.

Perante dois sindicatos da mesma classe, em que um chegou a acordo com o Governo e outro não a Renascença ouviu o movimento que esteve na origem da recusa dos médicos de fazerem horas extraordinárias para além das impostas por lei.

Susana Costa, da organização, admite que, para muitos clínicos, o SIM está a ser encarado como um traidor da classe.

A representante explica também por que razão não são suficientes os aumentos intercalares entre os 10,9% e os 14,6%.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+