Tempo
|
A+ / A-

Lisboa vai instalar câmaras de controlo de trânsito na Baixa

17 nov, 2023 - 23:33 • Redação

Carlos Moedas anunciou acordo para a instalação de 216 câmaras de vídeo com o objetivo de reduzir a presença de carros na cidade.

A+ / A-

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, confirmou esta sexta-feira que no orçamento municipal para 2024 já vão estar contempladas câmaras de vigilância, que fazer a leitura de matrículas de veículos a circular na Baixa de Lisboa.

Em declarações aos jornalistas, Moedas defendeu que as 216 câmaras previstas com o protocolo de colaboração com a PSP para a instalação e utilização do sistema de videoproteção vão poder “controlar os carros que não precisam de ir à baixa”.

A Comissão Nacional de Proteção de Dados deu o seu parecer positivo à instalação das novas câmaras, uma situação que deixa Carlos Moedas agradado. “Já temos, neste momento, [o aval] da Comissão de Proteção de Dados, sabemos que vamos poder instalar essas câmaras, […] que são câmaras para evitar que o trânsito venha para a Baixa”, afirmou o autarca do PSD, numa cerimónia que decorreu nos Paços do Concelho.

O grande objetivo é diminuir a presença de carros na cidade para atenuar o impacto das emissões de gases poluentes e diminuir os constrangimentos na cidade devido às obras que se estão a realizar em Lisboa e da elevada afluência de turistas.

Com a instalação das câmaras, o autarca pretende que os lisboetas deixem de se dirigir até à Baixa, utilizando a 5.ª circular, um percurso desenhado pela Câmara Municipal de Lisboa no início das obras da expansão do metro e do plano de drenagem, desincentivando o uso do centro da cidade como passagem.

A 5.ª Circular une Alcântara ao Parque das Nações e é constituída pela Avenida Infante Santo, Avenida Álvares Cabral, Rua Alexandre Herculano, Avenida Almirante Reis, Rua Morais Soares e Avenida Mouzinho Albuquerque.

Lisboa não será pioneira na utilização destas câmaras, visto que outras cidades europeias, como Madrid, já utilizam esta tecnologia.

A partir da instalação das câmaras, apenas pessoas com autorização prévia poderão utilizar carro na Baixa de Lisboa. As pessoas que o poderão fazer são, por exemplo, residentes, trabalhadores, tal como pessoas que queiram realizar alguma compra ou fazer alguma atividade lúdica na zona da baixa.

A data para a instalação das câmaras não foi confirmada, mas deverá acontecer entre o próximo ano e 2025.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+