Tempo
|
A+ / A-

Onze alunos feridos em rebentamento de petardo em escola da Caparica

26 out, 2023 - 14:55 • Fátima Casanova com redação

Feridos foram transportados para o Hospital Garcia de Orta, em Almada, com lesões oculares e auditivas. Os autores do rebentamento já foram identificados pela GNR.

A+ / A-

Pelo menos 11 crianças ficaram feridas esta quinta-feira na sequência do rebentamento de um petardo na escola básica EB 2+3 da Costa de Caparica. A GNR identificou os autores do rebentamento.

A informação foi confirmada à Renascença por fonte dos bombeiros de Cacilhas, que indicou que o alerta foi dado às 12h29.

Os feridos foram transportados para o Hospital Garcia de Orta, em Almada, com lesões oculares e auditivas, adiantou o comandante Maximino Viegas.

"No local encontravam-se onze feridos, que foram transportados para o Hospital Garcia de Orta, em Almada, uma com queimaduras ligeiras num membro inferior e as restantes, a grande maioria, queixas de ouvidos e da vista."

De acordo com a CMTV, que começou por avançar a notícia, os ferimentos serão leves.

Para o local, adiantou o comandante dos Bombeiros de Cacilhas, foram mobilizados cinco veículos com 12 elementos, a par de uma ambulância da Cruz Vermelha, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de São Francisco Xavier e dois veículos da GNR.

A GNR identificou três jovens que terão sido os autores do rebentamento. Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana (GNR) relembra que nem todos os artigos de pirotecnia podem ser vendidos ou disponibilizados a menores.

Foram suspensos preventivamente quatro alunos suspeitos pelo rebentamento de bombinhas de Carnaval na escola básica 2,3 da Caparica.

Em resposta à Renascença, fonte do Ministério da Educação disse que foi aberto um inquérito para averiguar os fatos e posterior aplicação de medidas disciplinares.

As chamadas "bombas de carnaval", frisa a GNR, “não são brinquedos”, são artigos de pirotecnia “que exigem vários cuidados uma vez que a sua utilização acarreta riscos que podem causar diversas lesões, queimaduras e ferimentos graves”.

[atualizado às 20h15]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+