A+ / A-

Autor de atentado em Bruxelas foi detido pelo SEF em 2015, mas fugiu

19 out, 2023 - 16:33 • Redação

Abdeslam Lassoued foi detetado ilegalmente numa exploração agrícola e já tinha ordem de interdição na Suécia. SEF pediu a sua expulsão, mas tribunal decretou apenas apresentações semanais e o tunisino desapareceu.

A+ / A-

O autor do atentado terrorista que matou duas pessoas e feriu uma terceira em Bruxelas, esta segunda-feira, esteve em Portugal em 2015 e o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) pediu a sua expulsão do país, mas o tribunal decretou apenas apresentações semanais e o imigrante desapareceu.

Segundo a Sábado, Abdeslam Lassoued foi detetado ilegalmente na Guarda em outubro de 2015. Apesar do SEF ter pedido a sua expulsão de território nacional, o juiz da comarca de Pinhel atribui-lhe apenas a medida de coação de Termo de Identidade e Residência.

O tunisino, que já tinha uma ordem de interdição de entrada na Suécia, apenas cumpriu a medida de apresentação na primeira semana e desapareceu, tendo sido encontrado na Bélgica em 2016, onde viveu ilegalmente até ao ataque terrorista desta segunda-feira.

Em Portugal, Abdeslam Lassoued tinha sido detetado durante uma operação da GNR de controlo de trabalhadores estrangeiros em explorações agrícolas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+