Tempo
|
A+ / A-

Notícia Renascença

Ordem dos Advogados: 12 expulsos, 104 suspensos desde 2018

15 set, 2023 - 07:00 • Fábio Monteiro , Diogo Camilo

Maior fatia de penas duras da Ordem dos Advogados foi aplicada pelo Conselho Deontológico do Porto.

A+ / A-

Entre 2018 e 2022, doze advogados foram expulsos da Ordem dos Advogados (OA), de acordo com documentos a que a Renascença teve acesso. O motivo por detrás das expulsões não é conhecido.

Sete expulsões foram determinadas pelo Conselho Deontológico do Porto, cinco pelo Conselho Deontológico de Lisboa.

No mesmo período de cinco anos, o número de suspensões da OA - a segunda pena mais dura - foi consideravelmente superior: 104 no total.

Mais uma fez, foi a norte que a maior fatia foi aplicada: 53 no Porto e 24 em Coimbra.

Por comparação, o Conselho Deontológico de Lisboa suspendeu apenas 18 profissionais.

Em Évora, três advogados foram afastados durante um ano e ainda obrigados a devolver valores (num caso 500 euros, nos outros mil euros).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Carlos Araujo
    22 fev, 2024 Lisboa 20:43
    Há 5 anos aguardo uma resposta da Ordem dos Advogados do Porto sobre uma advogada que me destruiu toda a minha vida.

Destaques V+