A+ / A-

Ligação Lisboa – Madrid mais rápida

Comboios espanhóis podem chegar a Évora a partir de 2025

13 jul, 2023 - 19:43 • João Pedro Quesado

A Renfe quer chegar até à capital de distrito alentejana, mas isso depende da conclusão da nova Linha de Évora. Viajar entre as capitais ibéricas pode ficar mais rápido.

A+ / A-

A Renfe, empresa pública espanhola de comboios, tem a intenção de ligar a região da Extremadura à cidade de Évora, no Alentejo, com um serviço ferroviário internacional – que não será possível antes de 2025.

A novidade foi discutida pelo presidente da empresa, Raül Blanco, num encontro com o presidente da Junta da Extremadura, e divulgada num comunicado da congénere da CP.

A Renfe refere que “também está previsto um novo serviço internacional transfronteiriço que ligue a Extremadura à localidade portuguesa de Évora”.

De acordo com o jornal espanhol elDiario.es, o comboio partiria da localidade de Plasencia, cuja estação tem serviços de alta velocidade, longa distância e de média distância.

Enquanto os serviços de longa distância são feitos por comboios semelhantes ao Intercidades português - mas com uma velocidade máxima de 200 km/h -, os comboios dos serviços de média distância ligam cidades entre diferentes regiões autónomas - o comboio Celta, operado com a CP entre Porto e Vigo, entra nesta classificação.

A operadora pública ferroviária espanhola também anunciou um novo comboio Alvia entre Badajoz e Madrid, e um serviço Avant entre Badajoz e Plasencia. Ambos são serviços de alta velocidade que chegam aos 250 km/h, mas os comboios Alvia circulam tanto em bitola ibérica como europeia.

Viagem entre capitais ibéricas pode ficar mais curta

Apesar deste novo serviço da Renfe vir somar-se à existência de cinco comboios Intercidades da CP por dia entre Lisboa e Évora - uma viagem que dura cerca de 1h30 -, o trajeto entre as duas capitais ibéricas pode ficar mais rápido, mas as melhorias chegam exclusivamente pelo lado espanhol – e continua a não existir nenhum comboio que ligue diretamente Madrid e Lisboa.

Atualmente, para viajar entre as duas cidades, é preciso usar três comboios, inclusive um comboio regional para atravessar a fronteira. O percurso demora perto de 9 horas.

Para a intenção da Renfe chegar a Évora se cumprir, é necessário que Portugal termine a nova Linha de Évora, que faz parte do Corredor Internacional Sul e liga Sines a Elvas.

Como outras obras do Ferrovia 2020, também a construção desta linha tem sofrido atrasos. Em abril, o Jornal de Negócios noticiava que a linha corre o risco de ficar pronta apenas em 2025.

Enquanto as obras ferroviárias em Portugal se vão atrasando, a realidade no país vizinho – e no resto da Europa - é bem diferente.

Exemplo disso é o início, esta quinta-feira, de uma ligação de alta velocidade entre Barcelona e Lyon, na França, à qual se junta uma ligação entre Madrid e Marselha a partir de 28 de julho - serviços da Renfe que tiram partido da liberalização do mercado europeu de passageiros, permitindo que outros operadores além dos públicos prestem serviços em cada país.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+