Tempo
|
A+ / A-

Altice Portugal descontinua 3G a partir de setembro

30 jun, 2023 - 17:36 • Lusa

Processo estará concluído a 31 de janeiro de 2024, disse fonte oficial.

A+ / A-

A Altice Portugal "vai descontinuar, faseadamente, a tecnologia 3G" a partir de 4 de setembro, esperando ter o processo concluído em 31 de janeiro de 2024, disse esta sexta-feira à Lusa fonte oficial da dona da Meo.

"Com o objetivo de continuar a modernizar a sua rede, garantindo a melhor qualidade de serviço, e dando resposta às crescentes exigências de consumo de dados e do número de devices conectados, a Altice Portugal vai descontinuar, faseadamente, a tecnologia 3G a partir de 4 de setembro de 2023 tendo o processo concluído a 31 de janeiro de 2024", disse fonte oficial.

Esta evolução "natural da rede móvel da Altice, que combina várias gerações de tecnologia, tem vindo a ser comunicada aos clientes desde 25 de junho, com o compromisso de os acompanhar neste processo que culminará com disponibilização de infraestruturas de alta capacidade face às exigências de comunicação do futuro", adiantou.

A dona da Meo "está continuamente a investir nas suas redes e a desenvolver serviços que respondam, de forma eficaz, às necessidades dos seus clientes assegurando a melhor experiência. Este movimento de melhoria das infraestruturas é inevitável face à evolução da tecnologia e à digitalização do país, que a Altice tem liderado, e está a acontecer a nível europeu e mundial", acrescentou fonte oficial da Altice Portugal.

Tal "irá permitir uma otimização das potencialidades da rede 4G e 5G, com maior cobertura, velocidade e resiliência e traduzir-se-á em melhorias na experiência do consumidor e das empresas, na utilização de tecnologias mais eficientes e na sustentabilidade ambiental", concluiu.

Já anteriormente, a NOS tinha anunciado que iria iniciar o processo de descontinuação da rede 3G "de forma faseada a partir de meados do próximo ano".

Esta manhã, a Vodafone Portugal anunciou que vai começar o desligamento progressivo da sua rede 3G a partir de julho do próximo ano, "um passo importante para reforçar o acesso dos clientes" a "comunicações mais rápidas".

Fonte oficial da NOS referiu que "a descontinuação do 3G é um movimento tecnologicamente natural pelo qual todos os operadores de comunicações irão passar".

Trata-se de um "movimento benéfico para os clientes e que reforça a disponibilidade das redes 4G e 5G, permitindo uma melhoria da qualidade de rede, maior velocidade de navegação, menor latência e maior eficiência energética", adiantou a operadora liderada por Miguel Almeida.

"Também a NOS terá o seu processo de descontinuação do 3G, algo que ocorrerá de forma faseada a partir de meados do próximo ano e que, brevemente, será comunicado a todos os seus clientes", concluiu.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+