Tempo
|
A+ / A-

Governo discute eventuais novas medidas de combate à seca

14 out, 2022 - 05:25 • Lusa

A seca prolongada no continente está a afetar as culturas e já levou a cortes no uso da água.

A+ / A-

O Ministro do Ambiente e da Ação Climática, Duarte Cordeiro, e a ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes, presidem a mais uma reunião da Comissão Permanente de Prevenção, Monitorização e Acompanhamento dos Efeitos da Seca, que decorrerá desta vez em Portalegre.

A última reunião desta comissão realizou-se em Lisboa, em 24 agosto, e nessa altura o Governo anunciou que, para fazer face à situação de seca, iria recomendar o aumento da tarifa da água para os maiores consumidores em 43 concelhos em situação mais critica.

Depois dessa reunião, a 11.ª deste ano para debater a situação de seca no continente e medidas para minimizar os efeitos, o ministro do Ambiente explicou que o aumento da tarifa, deve dirigir-se a consumidores de mais de 15 metros cúbicos de água, sendo que o consumo médio de uma família é de cerca de 10 metros cúbicos.

Duarte Cordeiro disse que o aumento da tarifa se destina aos 43 municípios com menos água, adiantando que “nada impede que outros” concelhos o façam. “Recomendaria essa medida para qualquer município do país”, disse.

A seca prolongada no continente está a afetar as culturas, levou a cortes no uso da água e obrigou aldeias a serem abastecidas com autotanques.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+