A+ / A-

Urgência de Ortopedia do Hospital de Santarém com limitações até às 8h00 de terça-feira

20 jun, 2022 - 19:32 • Lusa

Fonte do hospital de Santarém assegura que os restantes serviços de urgência estão normalizados, depois de, no fim de semana, terem existido algumas limitações no bloco de partos e cirurgia traumatológica.

A+ / A-

O serviço de urgência de Ortopedia do Hospital Distrital de Santarém (HDS) continua esta segunda-feira com limitações, situação que se vai manter até às 08h00 de terça-feira, disse fonte da instituição.

Questionado pela Lusa, o HDS indicou que os restantes serviços de urgência estão normalizados, depois de, no fim de semana, terem existido limitações no bloco de partos e cirurgia traumatológica, por falta de anestesistas, o que levou ao reencaminhamento de doentes urgentes para outros hospitais da rede.

O HDS esclarece que as limitações na Urgência de Ortopedia se devem à falta de ortopedistas e que todos os doentes que se deslocarem à unidade por sua iniciativa "serão atendidos pela equipa de cirurgia (como já aconteceu esta segunda-feira) e em caso de necessidade transferidos com acompanhamento médico e de enfermagem para o hospital de referência".

O Hospital de Santarém solicitou, no sábado e no domingo, ao Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU)/Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) o reencaminhamento de doentes urgentes para outros hospitais da rede, por falta de anestesistas.

No fim de semana anterior, o HDS tinha funcionado com uma equipa de obstetrícia reduzida, tendo igualmente solicitado ao CODU/INEM o reencaminhamento de utentes para outros hospitais da rede.

Fonte do HDS disse, então, à Lusa que as urgências de obstetrícia não foram encerradas, tendo sido reencaminhadas apenas as utentes transportadas de ambulância.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+