32,08%
8 Deputados
31,11%
7 Deputados
9,79%
2 Deputados
9,07%
2 Deputados
4,26%
1 Deputados
4,12%
1 Deputados
3,76%
0 Deputados
1,22%
0 Deputados
2,62%
0 Deputados
  • Freguesias apuradas: 3092 de 3092
  • Abstenção: 63,48%
  • Votos Nulos: 0,77%
  • Votos em Branco: 1,20%

A+ / A-

Renascença vence prémio de Ciberjornalismo na categoria "Narrativa Vídeo Digital"

15 dez, 2021 - 17:21 • Redação

Prémio do júri foi atribuído à reportagem "Diário de uma médica no pico da pandemia no hospital de Gaia", da jornalista Inês Rocha. Renascença venceu ainda na votação do público na categoria "Última Hora", em ex-aequo com o Jornal Público.

A+ / A-
Diário de uma médica no pico da pandemia no hospital de Gaia
Veja aqui o trabalho vencedor, na categoria "Narrativa Vídeo Digital"

A Renascença venceu esta quarta-feira o prémio Obciber de Ciberjornalismo na categoria "Narrativa Vídeo Digital". O prémio do júri foi atribuído à reportagem "Diário de uma médica no pico da pandemia no hospital de Gaia", da jornalista Inês Rocha.

Das quatro categorias em que estava nomeada para esta edição dos prémios atribuídos pelo Observatório do Ciberjornalismo, a Renascença venceu ainda na votação do público, na categoria "Última Hora", em ex-aequo com o Jornal Público, pela cobertura da invasão do Capitólio, nos Estados Unidos.

Além destas categorias, a Renascença estava nomeada ainda na categoria "Narrativa Áudio Digital" e "Excelência Geral em Ciberjornalismo".

Este ano, estiveram a concurso 143 trabalhos, distribuídos por sete categorias. A votação do público contou com mais de 6 mil votos, um recorde nestes prémios.

O prémio de "Excelência Geral em Ciberjornalismo", que não estava sujeito a candidaturas e cujos nomeados eram uma escolha do júri, foi atribuído ao Jornal Público.

Na categoria "Última Hora", o júri premiou também o jornal Público, com a cobertura das eleições nos EUA. Na categoria "Reportagem Multimédia", o vencedor foi o jornal Divergente, com a investigação “Por ti, Portugal, eu juro!”.

O prémio de "Narrativa Sonora Digital" foi para a Mensagem de Lisboa, com o podcast “Ouvir Lisboa na pandemia, a cidade de silêncios”. Em "Infografia Digital", foi distinguido o trabalho “Raio-x a três surtos de covid-19: o lar onde metade dos utentes ficaram infectados”, do jornal Público. Na categoria "Ciberjornalismo de Proximidade", venceu também a Mensagem de Lisboa, com “Heróis da cidade. Orientavam os putos do bairro, agora salvam famílias da fome”.

O ComUM, da Universidade do Minho, venceu na categoria de Ciberjornalismo Académico, com o trabalho “Nas profundezas do íntimo. A pornografia à sombra do desejo”.

Pode ver aqui a lista completa dos vencedores.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+