Tempo
|
A+ / A-

Septuagenário detido por posse de 11 quilos de heroína

09 dez, 2021 - 16:34 • Lusa

O passageiro foi detido no aeroporto, tendo chegado num voo proveniente da África do Sul.

A+ / A-

Um homem estrangeiro de 75 anos foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por "suspeitas da prática do crime de tráfico ilícito de estupefacientes", ficando em prisão preventiva face à apreensão de 11,050 quilos de heroína, anunciou esta quinta-feira a PJ.

De acordo com a nota de imprensa divulgada, a detenção foi feita devido à deteção pelos serviços da Autoridade Tributária e Aduaneira no Aeroporto de Lisboa de uma mala de viagem que não foi recolhida após a chegada do voo em que foi transportada. No seu interior estavam dissimulados cerca de 5,5 quilos de heroína.

"Das diligências que de imediato foram realizadas, foi possível identificar e localizar o passageiro que transportou tal mala até Lisboa, mais se apurando, posteriormente, que na posse do mesmo se encontrava uma outra mala de viagem contendo idêntica quantidade daquele tipo de produto estupefaciente", refere ainda o comunicado, esclarecendo que o total apreendido de "heroína de elevado grau de pureza" ascende a cerca de 11,050 quilos.

Outra nota do Ministério Público (MP) indica também que "o arguido chegou ao Aeroporto de Lisboa num voo proveniente da África do Sul".

Na sequência desta detenção, o MP apresentou na segunda-feira o detido, de 75 anos de idade, a primeiro interrogatório judicial, com o juiz de instrução a decretar a medida de coação de prisão preventiva enquanto prossegue a investigação das autoridades, sob segredo de justiça.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+