Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

155 mil jovens vacinados contra a Covid-19

16 ago, 2021 - 11:35 • Redação

Fonte da “task force” fala "numa grande adesão”.

A+ / A-

Durante o último fim de semana foram vacinados cerca de 155 mil jovens, com idades de 16 e 17 anos.

Este número corresponde a cerca de 80% do universo elegível (jovens que não foram infetados e que tiveram Covid há mais de seis meses), “traduzindo-se numa grande adesão por parte destes jovens”, sublinha fonte da “task force” em resposta à Renascença esta segunda-feira.

A modalidade "casa aberta" está, a partir desta segunda-feira, 16 de agosto, disponível para todos os utentes elegíveis com idade igual ou superior a 16 anos.

Os jovens dos 12 aos 15 anos que não se tenham proposto ao auto agendamento “irão receber SMS de agendamento, à semelhança do procedimento que foi efetuado pelos jovens dos 16 e 17 anos”.

Irá ainda ser aberto um novo período de auto agendamento para os jovens dos 12 aos 15 anos.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.562 pessoas e foram registados 1.003.335 casos de infeção, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde.

A Covid-19 provocou pelo menos 4.353.003 mortes em todo o mundo, entre mais de 206,7 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+