Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Covid-19. Menos concelhos em risco e incidência desce em Lisboa e Porto

13 ago, 2021 - 14:42 • Lusa, com redação

Acima do limiar máximo e mais de 960 casos por 100 mil habitantes estão os concelhos de Portimão, Proença-a-Nova, Sousel e Vila do Bispo.

A+ / A-

Veja também:


Portugal tem esta sexta-feira 29 concelhos com incidência do coronavírus SARS-CoV-2 superior a 480 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, menos três do que na última sexta-feira. Os concelhos de Lisboa e Porto registam uma melhoria.

Segundo os dados hoje divulgados no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), há 209 concelhos com uma incidência superior a 120 casos de infeção pelo vírus SARS-COV-2 por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias (menos nove).

Destes 209 concelhos, 29 registam incidência cumulativa a 14 dias superior a 480 casos entre 29 de julho e 11 de agosto.

Lisboa e Porto registam melhorias em relação à semana passada. A incidência na capital desceu de 595 para 554 casos e na Invita de 685 para 558 casos por 100 mil habitantes.

Acima do limiar máximo e mais de 960 casos por 100 mil habitantes, de acordo com as categorias definidas pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC), estão quatro concelhos: Portimão (986), Proença-a-Nova (1.947), Sousel (970) e Vila do Bispo (1.321).

Os dados da DGS indicam ainda que, nos últimos 14 dias, 123 concelhos ultrapassaram os 240 casos de infeção por 100 mil habitantes.


Sem qualquer caso de infeção pelo novo coronovírus nos últimos 14 dias estão agora 10 concelhos, mais três do que na semana passada: Calheta (Açores), Castanheira de Pêra, Constância, Corvo (Açores), Freio de Espada à Cinta, Manteigas, Marvão, Mesão Frio, Penedono e Santa Cruz das Flores (Açores).

No final do mês de julho, o Conselho de Ministros definiu que o nível de risco na matriz de monitorização da pandemia de covid-19 passaria a fixar-se em 480 casos por 100 mil habitantes a 14 dias em vez dos anteriores 240, decidindo também que deixaria de haver medidas diferenciadas por concelhos.

A Direção-Geral da Saúde continua, por sua vez, a divulgar dados por concelhos com referência à incidência cumulativa que "corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada".

Portugal regista esta sexta-feira mais 12 mortes e 2.598 novos casos de Covid-19, avança o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Nos hospitais há agora 732 pessoas internadas, são menos 22 doentes em relação ao dia anterior.

Em relação aos indicadores da matriz de risco, o índice de transmissibilidade (Rt) sobe de 0,94 para 0,95 a nível nacional e em Portugal continental.

Em sentido contrário, a taxa de incidência desceu. Passou de 326,5 para 319,9 casos por 100 mil habitantes a nível nacional e de 331,6 para 324,6 casos no continente.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+