Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Covid-19. Mortalidade em Portugal vai manter-se "provavelmente elevada"

13 ago, 2021 - 19:18 • Lusa

A mortalidade por Covid-19 em Portugal "está acima do limiar preconizado" pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças.

A+ / A-

Veja também:


A mortalidade por Covid-19 "manter-se-á provavelmente elevada" em Portugal, embora o ritmo de crescimento esteja a abrandar, e as infeções com o coronavírus têm tendência a decrescer, revela hoje o relatório de monitorização das "linhas vermelhas".

Segundo o relatório, publicado todas as sextas-feiras pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), "a mortalidade por Covid-19 manter-se-á provavelmente elevada, mas o ritmo de crescimento está a abrandar".

O documento assinala que a mortalidade por Covid-19 em Portugal - 18,6 óbitos em 14 dias por um milhão de habitantes - "está acima do limiar preconizado" pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças.

O relatório de monitorização das linhas vermelhas para a Covid-19 refere que "a atividade epidémica" continua com "elevada intensidade", mas "com tendência decrescente a nível nacional", sendo "estável nas regiões Centro e Alentejo".

Apenas no Algarve foi observada uma incidência superior ao limiar de 480 casos em 14 dias por 100 mil habitantes (719). A nível nacional, o número de novos casos de infeção por 100 mil habitantes, nos últimos 14 dias, foi de 317.

A pressão sobre os cuidados de saúde "tem tendência decrescente", salienta o documento da DGS e do Insa.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+