Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Variante Delta responsável por 100% das infecções no Norte. Variante Gamma aumenta em Lisboa

03 ago, 2021 - 12:13 • Joana Gonçalves

A variante Delta é actualmente a variante do SARS-CoV-2 mais prevalente em Portugal.

A+ / A-

A variante Delta (B.1.617.2), originalmente detectada na Índia, apresenta uma prevalência de 100% no Norte do país e na região do Algarve, de acordo com o mais recente relatório sobre a diversidade genética do SARS-CoV-2 em Portugal do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa), divulgado esta terça-feira.

Já a região de Lisboa e Vale do Tejo, onde na semana anterior a mesma variante foi responsável por 99,11% dos casos de Covid-19, regista agora um aumento na circulação da variante Gamma (2,78%), inicialmente identificada no Brasil.

Na região Autónoma dos Açores, a variante Beta, anteriormente conhecida como estirpe da África do Sul, representa 5% das infeções identificadas na semana de 19 a 25 de julho.

“Entre outras variantes de interesse em circulação em Portugal, destacam-se as variantes B.1.621 (detectada inicialmente na Colômbia) e Eta (B.1.525) (detectada inicialmente na Nigéria)”, lê-se no mesmo documento.

Ambas as variantes apresentam uma baixa frequência em Portugal, representando menos de 2% dos casos de infeção por SARS-CoV-2, desde a última semana de junho.

Apesar de algumas das vacinas administradas no espaço europeu apresentarem uma clara redução na eficácia da prevenção da infeção por certas variantes do SARS-CoV-2, todas elas demonstraram, até ao momento, uma forte eficácia contra a hospitalização e morte por qualquer vírus associado à Covid-19.


O INSA analisou até à data 13.256 sequências do genoma do coronavírus SARS-CoV-2, obtidas de amostras colhidas em mais de 100 laboratórios/hospitais/instituições representando 297 concelhos.

No âmbito da monitorização contínua da diversidade genética do SARS-CoV-2, têm vindo a ser analisadas uma média de 601 sequências por semana desde o início de Junho de 2021.

Estas sequências foram obtidas de amostras colhidas aleatoriamente em laboratórios distribuídos pelos 18 Distritos de Portugal continental e pelas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, abrangendo uma média de 118 concelhos por semana.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Bruno
    03 ago, 2021 aqui 16:30
    O que vai acontecer quando chegarem à letra "omega" do alfabeto grego? A este ritmo, não vai tardar até se chegar até lá.

Destaques V+