Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Candidato do PS à Câmara de Viseu recupera e deixa hospital

25 jun, 2021 - 15:38 • Lusa

João Azevedo esteve internado duas semanas nos cuidados intensivos coronários.

A+ / A-

O candidato do Partido Socialista à Câmara de Viseu, João Azevedo, recebeu esta sexta-feira alta hospitalar depois de ter estado duas semanas internado nos cuidados intensivos coronários, disse à agência Lusa fonte da candidatura.

"O quadro clínico de João Azevedo evoluiu favoravelmente encontrando-se recuperado, pelo que teve alta hospitalar hoje", afirmou a mesma fonte.

O candidato socialista à Câmara de Viseu deu entrada no Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV) no dia 13 de junho com "problemas cardiovasculares" tendo ficado internado nos cuidados intensivos coronários, em "situação um bocadinho crítica", com o objetivo de realizar mais exames.

Ao longo dessa semana a situação tinha-se "agravado substancialmente", ao apresentar um "quadro clínico de choque, com uma cardiopatia grave", que chegou a "inspirar os maiores cuidados" com um "prognóstico muito reservado".

Entretanto, na última semana o quadro clínico "começou a estabilizar" e permaneceu assim os dias seguintes e, há três dias, apresentou "sinais significativos de melhorias que culminaram" com a "alta hospitalar hoje".

João Azevedo, 46 anos, é, atualmente, deputado da Assembleia da República, e foi o primeiro a assumir a candidatura à Câmara Municipal de Viseu, pelo PS, depois de ter sito presidente no concelho vizinho de Mangualde, desde 2009, de onde saiu para o Parlamento.

Entre 1997 e 2019, João Azevedo - que é formado em Educação Física e pós-graduado em Administração e Planificação da Educação - desempenhou funções como a de adjunto do governador civil de Viseu e de assessor do grupo parlamentar do PS e do secretário de Estado da Administração Marítima e Portuária.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+