Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

liga dos campeões

Final da Champions. Segurança pública é "primeira preocupação" da PSP

29 mai, 2021 - 13:21 • Joana Gonçalves , Anabela Góis

Polícia de Segurança Pública garante que também vai estar atenta ao cumprimento das regras sanitárias. Até agora, não foram registados incidentes significativos com turistas britânicos no Porto, garante à Renascença.

A+ / A-

A Polícia de Segurança Pública (PSP) diz que, até ao momento, não foram registados incidentes significativos com turistas britânicos no Porto e faz, por isso, um balanço positivo da operação montada para a final da Liga dos Campeões.

"Tivemos uma noite relativamente calma, com alguns desentendimentos entre adeptos. Não tivemos alterações da ordem pública significativas", afirmou à Renascença o subintendente da PSP Marco Almeida neste sábado.

Sobre umas "escaramuças", adiantou que "a PSP, naturalmente, terminou com essas contendas, procurou garantir que os estabelecimentos encerrassem às 22h30 e aconselhou os adeptos a recolherem a partir dessa hora".

Durante a manhã, chegaram ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro mais de duas dezenas de aviões "charter", com adeptos do Chelsea e do Manchester City, que se juntaram às várias centenas que já estão na cidade desde quinta-feira.

A PSP confirma que nem sempre foram cumpridas as regras de segurança sanitária, mas explica que é preciso estabelecer prioridades.

"A polícia, neste evento de elevada complexidade, procurará garantir um equilíbrio entre todos os interesses em jogo. Sendo certo que num evento desta natureza, com uma enorme quantidade de adeptos, aquele que devemos assegurar em primeiro lugar é a segurança pública. Essa é a nossa primeira preocupação", destacou Marco Almeida.

A bolha furou. Imagens da festa no Porto antes da final da Champions
A bolha furou. Imagens da festa no Porto antes da final da Champions

"Relativamente ao cumprimento das regras sanitárias também estamos atentos, com intervenções pontuais, que não agravem as intervenções de ordem pública", acrescentou.

A Renascença acompanhou a chegada dos adeptos britânicos ao aeroporto do Porto e verificou como era feita a sua gestão pela polícia. Foram usadas duas portas diferentes para encaminhar os fãs: os do Chelsea saíram pela porta Norte das Chegadas e os do Machester pela porta Sul. Lá encontravam os respetivos autocarros, que os levaram à "fan zone" do estádio.

"Há duas palavras que são extremamente importantes: organização e segregação. A polícia, juntamente com os colegas da polícia inglesa, irá procurar organizar os adeptos. Os do Manchester City estão preferencialmente na Ribeira e na Alfândega e os do Chelsea mais na zona da Avenida do Aliados, nas respectivas zonas de reunião definidas", explicou o subintendente da PSP.

Inicialmente, o Governo garantiu que os adeptos que chegassem a Portugal para assistir ao jogo estariam menos de 24 horas em território nacional e em 'bolha', desde a chegada até ao regresso ao país de origem. No entanto, a três dias da final, a UEFA diz que não é obrigatório que os adeptos ingleses se desloquem apenas no dia do jogo.

A final da Liga dos Campeões está marcada para este sábado às 20h00, com a presença de 16.500 adeptos no estádio do Dragão.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Anónimo
    29 mai, 2021 Lisboa 16:39
    Se a bosta da bófia estivesse minimamente preocupada com os hooligans ingleses, tê-los-ia barrado nos aeroportos. Ou isso só se aplica a ucranianos que vêm para cá TRABALHAR? Se a bosta da bófia estivesse minimamente preocupada com os hooligans ingleses, tê-los-ia repreendido à bastonada e com balas de borracha. Ou isso só se aplica a adeptos do Sporting que já não viam o seu clube ser campeão há 19 anos?

Destaques V+