Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Reunião Infarmed

Covid-19: Variante britânica representa 87,2% dos casos em maio, a indiana 4,6% e a de Manaus 3%

28 mai, 2021 - 14:12 • Lusa

A variante indiana, uma das variantes mais recentes e preocupantes, aumentou para 4,6% do total de casos, estando já em nove distritos e 13 concelhos do país.

A+ / A-

Veja também:


Nove em cada 10 casos de covid-19 ocorridos em Portugal são causados pela variante detetada no Reino Unido, segundo dados do Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA), que apontam para "um ligeiro decréscimo" da presença desta variante no país.

A variante detetada do Reino Unido começou "em força" em janeiro, com 16% do total de casos, em fevereiro subiu para quase 60% e em abril atingiu o máximo, com 91%, descreveu o investigador João Paulo Gomes na reunião do Infarmed, em Lisboa, que analisa a situação epidemiológica no país, sendo a primeira após o fim do estado de emergência.

De acordo com os dados disponíveis, observou-se "um ligeiro decréscimo", situando-se nos 87,2%, disse o coordenador do estudo sobre a diversidade genética do novo coronavírus em Portugal. .

No que respeita à variante de Manaus (Brasil), o investigador disse que começou com "níveis basais", teve um pico em abril com 4,3%, e em maio há uma estabilização deste valor nos 3%, o que corresponde a uma disseminação por 16 distritos e 48 concelhos do país.

A variante associada à África do Sul começou também de "uma forma relativamente modesta" no país e teve o seu pico em março, com 2,5% de todos os casos de covid-19 no país, e decresceu em abril para 1,3% e em maio ronda os 2%.

"Dá a sensação que, tanto a variante de Manaus como a variante associada à África do Sul, andam entre os 2 e os 4%", o que indica que estão numa situação "relativamente estável".

Segundo o investigador, a variante detetada na África do Sul foi já encontrada em 13 distritos e em 41 concelhos.

Já a variante associada à Índia representou em maio 4,6% do total de casos, estando já em nove distritos e 13 concelhos do país, adiantou João Paulo Gomes.

"A situação atual das principais variantes reflete, por um lado, a adaptação do vírus" e "a situação imunológica da população a qual melhora todas as semanas", salientou.

A covid-19 já matou em Portugal, 17.022 pessoas dos 847.006 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+