A+ / A-

Fisco alerta para SMS enviados por "falsos" centros aduaneiros

24 mar, 2021 - 14:52 • Lusa

Autoridade pede aos contribuintes que ignorem mensagens que servem para, "maliciosamente", recolher informação pessoal e confidencial do contribuinte, para uso ilegal.

A+ / A-

O Fisco emitiu hoje um alerta sobre mensagens fraudulentas enviadas aos contribuintes por um falso centro aduaneiro, apelando a ignorarem estes sms que diz servirem para, "maliciosamente", recolher informação pessoal e confidencial do contribuinte, para uso ilegal.

"A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) tem conhecimento de uma campanha de "phishing" que recorre a mensagens de texto (SMS) fraudulentas emitidas supostamente por um "centro aduaneiro"", informa o Fisco em comunicado divulgado no portal das finanças.

A AT, segundo explicou à Lusa fonte do ministério das Finanças, emitiu hoje o alerta após começar a receber "um número significativo" de contactos de contribuintes que receberam tais mensagens e queriam esclarecer sobre a sua veracidade.

No comunicado, o Fisco explica ser "alheio" a tais mensagens e lembra que são "passíveis de comprometer a privacidade e a segurança" de quem as recebe, se o contribuinte aceder a "links" do sms, que "maliciosamente" remetem para páginas fraudulentas na internet, para a "recolha de informação pessoal e confidencial para uso ilícito".

Essas mensagens "são falsas e devem ser ignoradas" e, em caso algum, deve o contribuinte efetuar a operação pedida no sms, recomendando ainda o Fisco que o contribuinte leia o folheto informativo sobre Segurança Informática disponível no mesmo portal.

Há cerca de um mês a AT emitiu um aviso semelhante ao de hoje, informando também sobre a circulação de mensagens fraudulentas enviadas para os telemóveis para pagar taxas aduaneiras de encomendas retidas nas alfândegas.

Também em novembro, o Fisco alertou para o envio de mensagens falsas para o telemóvel nas quais é pedido que se carregue em "links" que são fornecidos, apelando a que fossem ignoradas por quem as recebia.

Entre os exemplos do corpo das mensagens falsas, enviadas alegadamente pelo Governo português, em novembro, constava o anúncio de reembolso de 105 euros e convidava o contribuinte a clicar num "link" para que o reembolso fosse processado.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+