Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Covid-19

Universidade de Aveiro promove testagem a elementos da comunidade académica

08 mar, 2021 - 23:04 • Lusa

A testagem será alargada, numa segunda fase, aos restantes membros da comunidade académica, quando for retomada a "componente presencial".

A+ / A-

Veja também:


A Universidade de Aveiro (UA) vai proporcionar a realização de testes de rastreio à Covid-19 a todos os membros da sua comunidade. O anúncio foi feito esta segunda-feira.

Numa nota dirigida à comunidade académica, o reitor da UA, Paulo Jorge Ferreira, refere que o processo de testagem vai iniciar-se de forma gradual e em colaboração com o Instituto de Biomedicina (iBiMED).

"Numa primeira fase serão testados todos os membros da comunidade académica que estão presentes nos campi, bem como todos os estudantes Erasmus que chegarem à UA nos próximos dias", refere a mesma nota.

A testagem será alargada, numa segunda fase, aos restantes membros da comunidade académica, quando for retomada a "componente presencial".

A mesma nota refere que os testes serão disponibilizados gratuitamente e com a regularidade adequada ao contexto pandémico, adiantando que em breve serão divulgadas orientações mais precisas sobre este processo.

A última infeção por SARS-CoV-2 na UA foi registada a 20 de fevereiro e o último doente com Covid-19 teve alta a 27 de fevereiro, estando a instituição sem casos ativos há nove dias.

Os primeiros casos de Covid-19 na UA surgiram no dia 7 de outubro de 2020, um dia depois do início das aulas. Desde o início do ano letivo em curso, aquela instituição de ensino contabilizou 644 infeções entre alunos, professores e funcionários e uma morte.

A UA registou um pico de infeções durante a primeira quinzena de janeiro, quando começou o segundo confinamento, tendo somado em três dias consecutivos 43 novos casos.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2.593.872 mortos no mundo, resultantes de mais de 116,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.540 pessoas dos 810.094 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+