Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Covid-19

GNR acaba com festa ilegal com 30 pessoas em Sesimbra

09 fev, 2021 - 19:35 • Lusa

Pessoas identificadas tinham idades entre os 17 e os 45 anos. Foram "encaminhadas para os seus respetivos domicílios", depois da intervenção policial decorrente de uma denúncia.

A+ / A-

Veja também:


A GNR identificou cerca de 30 pessoas quando participavam, esta terça-feira de madrugada, sem máscara ou distanciamento social, numa festa ilegal em Fetais, no concelho de Sesimbra e distrito de Setúbal, anunciou esta autoridade.

O alerta para o evento ilegal partiu de uma denúncia e, no local, os militares verificaram que, "além de se tratar de um evento não autorizado, os participantes não faziam o uso da máscara, nem garantiam o distanciamento social", destacou a GNR, num comunicado.

De acordo com a mesma fonte, foram identificadas cerca de 30 pessoas, com idades compreendidas entre os 17 e os 45 anos, que foram depois "encaminhadas para os seus respetivos domicílios".

Aos participantes identificados, a GNR levantou autos de contraordenação por "incumprimento ao dever geral de recolhimento domiciliário e inobservância das regras de realização de eventos".

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2.325.744 mortos no mundo, resultantes de mais de 106,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 14.557 pessoas dos 770.502 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+