Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus

Governo renova apelos para que se evitem comportamentos de risco no Natal

23 dez, 2020 - 18:02 • Lusa

As autoridades querem evitar que os festejos de Natal levem a um retrocesso em termos de novas infeções.

A+ / A-

Veja também:


O Governo renovou esta quarta-feira os apelos a que se evitem comportamentos de risco na quadra natalícia, pedindo aos cidadãos que cumpram o uso de máscara e não permaneçam por muito tempo em espaços fechados.

Em comunicado, o Governo refere que lançou já uma campanha, com o lema "Não deixes o vírus entrar", que tem como objetivo "sensibilizar os portugueses para evitarem comportamentos de risco na quadra natalícia".

"Além das medidas que adotou especificamente para este período, o executivo tem vindo a alertar a população para que nos convívios típicos desta época sejam cumpridas as normas definidas pela Direção-Geral da Saúde de modo a conter a propagação da pandemia de Covid-19. Foi neste âmbito, e tal como havia sido anunciado anteriormente pelo primeiro-ministro, António Costa, que o Governo colocou nas redes sociais oficiais, bem como nos órgãos de comunicação social, essa campanha", refere-se.

No mesmo comunicado, o Governo adianta que se pretende com essa campanha "reforçar os cuidados a ter no Natal e contribuir para um esclarecimento da população em geral sobre os comportamentos que devem ser seguidos além do estrito cumprimento das regras especialmente definidas para estes dias aplicáveis a todo o território nacional".

"Além das medidas, o Governo recomendou desde a primeira hora que, neste período natalício, se evitasse juntar muita gente, estar muito tempo sem máscara e permanecer em espaços fechados, pequenos e pouco arejados", acrescenta-se.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+