A+ / A-

Duplica a apreensão de notas falsas em Portugal

21 jul, 2017 - 11:31

A nota de 20 euros é a mais falsificada, seguida da 50 euros, segundo dados do Banco de Portugal.

A+ / A-

Mais de 7.000 notas de euro contrafeitas foram retiradas de circulação em Portugal até Junho, sendo a nota de 20 euros a mais contrafeita, segundo dados divulgados esta sexta-feira pelo Banco de Portugal (BdP).

Durante o primeiro semestre de 2017, em Portugal, foram retiradas da circulação 7.148 notas contrafeitas, mais 3.588 notas do que no segundo semestre de 2016.

A nota de 20 euros é a mais contrafeita, tendo sido retiradas de circulação 4.426 unidades até Junho, seguida da de 50 euros, com 1.834 retiradas.

Segundo o BdP, as contrafacções apreendidas apresentam qualidade regular e podem ser identificadas recorrendo à metodologia "Tocar - Observar - Inclinar", não sendo necessário para o efeito utilizar qualquer instrumento de verificação.

O regulador bancário refere que "os valores [de notas apreendidas] permanecem residuais quando comparados com as notas em circulação".

De acordo com o comunicado do Banco Central Europeu (BCE), também divulgado na página do BdP, no primeiro semestre de 2017, foram retiradas de circulação cerca de 331.000 notas de euro contrafeitas, o que constitui uma redução face ao segundo semestre de 2016.

As notas de 20 e 50 euros representaram cerca de 85% das contrafacções e a maioria (96,7%) das notas contrafeitas foi detectada em países da área do euro, tendo cerca de 2,3% das notas sido apreendidas em Estados-membros da União Europeia não pertencentes à área do euro e 1% sido detectadas em outras partes do mundo.

Segundo o BCE, a probabilidade de se receber uma nota de euro contrafeita é hoje diminuta e por isso trata-se de um pagamento "seguro e de confiança".

"A quantidade de contrafacções permanece muito reduzida, em comparação com o número de notas de euro genuínas em circulação, que tem aumentado continuamente, a taxas superiores ao crescimento do produto interno bruto (PIB), desde a introdução das notas de euro", refere.

Em 2016, exemplifica, a quantidade e o valor das notas de euro em circulação aumentaram, respectivamente, cerca de 7% e 3,9%.

Actualmente, acrescenta, encontram-se em circulação mais de 20 mil milhões de notas de euro, com um valor total superior a 1,1 mil milhões de euros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • André
    21 jul, 2017 Lisboa 12:58
    Também é preciso ter cuidado com os funcionários bancários. Há pouco mais de 1 mês, fui depositar dinheiro num balcão, ao contar as notas, o funcionário tirou uma que disse ser falsa. Apontou-me para as "falhas", reclamei porque a nota cumpria todas as medidas de segurança, sendo que a única coisa que tinha de diferente é que tinha um rasgo a meio com menos de uma ponta de um dedo. Segundo o funcionário isso teria sido feito para enganar e fazer a nota passar por verdadeira. Quando lhe pedi para passar pela máquina de infra-vermelhos, recusou-se e ameaçou-me que se insistisse tinha de chamar as autoridades. Chamei o gerente do balcão que passou a nota na máquina, confirmando que era verdadeira. Como vingança, o dito funcionário colocou na minha ficha bancária que entreguei "notas contrafeitas", sendo que esta semana, ao fazer um novo depósito, a funcionária esteve a conferir nota a nota para verificar que eram verdadeiras... tendo-me dito que ao colocar a minha identificação no sistema, recebeu o aviso de o banco ter recebido notas falsas daquela pessoa. Apresentei queixa, só não usei o livro de reclamações e a reclamação para o BdP, porque o gerente sabia do que se passou no mês passado e ficou de tratar de eliminar aquela falsidade. Por isso, se forem a um banco e vos digam que alguma nota é falsa, NUNCA O ACEITEM. Peçam para ser confirmada por todos os passos e mesmo a presença da autoridade. Se for falsa, podem investigar quem a passou, se não for...
  • José Múrias
    21 jul, 2017 Lisboa 12:42
    Como é que 20 mil milhões de notas de podem dar 1,1 mil milhões de euros? sendo a nota mais pequena de 5€ no mínimo temos 100 mil milhões de euros a circular! na volta o valor que se queria dizer era 1,1 biliões de euros
  • VICTOR MARQUES
    21 jul, 2017 Matosinhos 11:55
    Ora, gastar papel, tinta e tempo para fazer notas de 5 Euros não é rentável!...

Destaques V+