A+ / A-

OMS alerta para impacto negativo das diferenças entre homens e mulheres na Saúde

13 mar, 2024 - 14:00 • Lusa

A disparidade entre homens e mulheres na área da saúde tem como base a falta de financiamento dos sistemas de saúde.

A+ / A-

As mulheres representam cerca de dois terços dos profissionais de saúde do mundo e três quartos do trabalho não remunerado, segundo um estudo da OMS que revela um "impacto negativo sobre as mulheres".

De acordo com o estudo da OMS, citado pela agência espanhola EFE, a disparidade entre homens e mulheres na área da saúde tem como base a falta de financiamento dos sistemas de saúde e conduz a "um círculo vicioso de cuidados não remunerados" que "reduz a participação das mulheres nos mercados salariais".

A instituição estima que as mulheres representam 67% da força de trabalho no setor da saúde e que realizam cerca de 76% dos cuidados não remunerados.

"A desvalorização dos cuidados, um trabalho realizado principalmente por mulheres, tem um impacto negativo nos salários, nas condições de trabalho, na produtividade e no valor económico do setor", sublinha a organização.

Segundo a OMS, este "impacto negativo" na saúde mundial contribui para o lento progresso da cobertura universal de saúde -- em que todos os indivíduos e comunidades recebem os serviços de saúde de que necessitam - que ainda não está disponível para mais de metade da população mundial (cerca de 4,5 mil milhões de pessoas).

Para mitigar o problema, a agência da ONU para a saúde recomenda políticas diferentes para melhorar as condições de trabalho em todas as áreas da saúde, "especialmente aquelas com uma forte presença feminina".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+