Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Guerra na Ucrânia

Congressistas dos EUA prometem apoio financeiro e militar em visita a Kiev

09 fev, 2024 - 23:48 • Lusa

Os outros dois membros da delegação, os democratas Jason Crow e Abigail Spanberger, também destacaram o seu compromisso com a Ucrânia e elogiaram a sua "impressionante" resistência militar contra a Rússia.

A+ / A-

Uma delegação de congressistas da comissão de Inteligência da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos (EUA) garantiu esta sexta-feira, em Kiev, que a Ucrânia pode contar com o financiamento prometido por Washington, que está bloqueado no Senado.

"Temos a certeza do apoio claro da Câmara dos Representantes e do Senado e conseguiremos um pacote conjunto que vai fornecer as armas de que a Ucrânia precisa", disse o republicano Mike Turner, citado pela agência Ukrinform.

O representante republicano French Hill indicou ainda que a delegação vai transmitir ao Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, que pode contar com o apoio dos Estados Unidos e dos restantes aliados de Kiev.

"Não permitiremos que esta nação soberana seja impiedosamente destruída por um cruel urso russo que continua a comer quando não tem fome", declarou Hill, acrescentando que as sondagens mostram que os norte-americanos não querem que Moscovo ganhe a guerra.

Os outros dois membros da delegação, os democratas Jason Crow e Abigail Spanberger, também destacaram o seu compromisso com a Ucrânia e elogiaram a sua "impressionante" resistência militar contra a Rússia.

Os democratas do Senado dos EUA apresentaram, na quarta-feira, um projeto de lei modificado para aprovar um pacote de ajuda militar estrangeira, que inclui mais de 60.000 milhões de dólares (cerca de 55.600 milhões de euros) para a Ucrânia, após o fracasso de um acordo bipartidário que propunha restrições à imigração, em troca de apoio republicano.

Os senadores aprovaram na quinta-feira, com 67 votos a favor e 32 contra, uma votação inicial que permite abrir o debate sobre o projeto e que pode prolongar-se nos próximos dias.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+