Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Kiev diz não ter “informações fiáveis” sobre passageiros de avião russo abatido

24 jan, 2024 - 17:41 • Teresa Paula Costa com Lusa

Ucrânia “não foi informada” da necessidade de garantir a segurança do espaço aéreo na zona de Belgorod-Kharkiv, onde o avião se despenhou, afirmam serviços secretos militares ucranianos.

A+ / A-

Os serviços secretos militares ucranianos (GUR) afirmaram nesta quarta-feira não ter “informações fiáveis” sobre os passageiros do avião russo hoje abatido e que, segundo Moscovo, transportaria 65 prisioneiros ucranianos.


“Não dispomos, neste momento, de informações fiáveis e completas sobre as pessoas que se encontravam a bordo do avião ou sobre o seu número”, indicou o GUR.

Contudo, confirmou que estava prevista para esta quarta-feira uma troca de prisioneiros, que foi cancelada.

“Estava prevista uma troca de prisioneiros para hoje, mas não se realizou”, acrescentou, referindo que a Ucrânia “não foi informada” da necessidade de garantir a segurança do espaço aéreo na zona de Belgorod-Kharkiv, onde o avião se despenhou.

A bordo do avião seguiriam 65 prisioneiros de guerra ucranianos que, segundo o ministro russo da Defesa citado pela agência Reuters, iriam a caminho de uma troca de prisioneiros.

Entretanto, fonte militar de Kiev revelou à agência estatal Ukrinform que o avião transportava mísseis para os sistemas antiaéreos S-300 usados para bombardear a Ucrânia.

Outra fonte militar ucraniana, citada pelo jornal 'online' Ukrainska Pravda, também disse que o avião militar russo transportava mísseis, segundo a agência espanhola EFE.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+