Tempo
|
A+ / A-

“Temos ainda seis cidadãos portugueses reféns do Hamas"

28 nov, 2023 - 14:06 • Diogo Camilo , Carla Fino

João Gomes Cravinho diz que Portugal está em contacto com Cruz Vermelha, Israel, Egito e Qatar para a libertação de reféns.

A+ / A-

O ministro dos Negócios Estrangeiros tem a esperança que o cessar-fogo em Israel e em Gaza tenha continuidade nos próximos dias e revelou que há ainda seis reféns de nacionalidade portuguesa detidos pelo Hamas.

“Temos ainda seis cidadãos com nacionalidade portuguesa reféns do Hamas. Já assinalámos isso à Cruz Vermelha, às autoridades de Israel, as de Egito e Qatar também têm conhecimento, estamos a trabalhar para que sejam libertados. Eles e todos os outros”, afirmou João Gomes Cravinho, à margem de uma reunião da NATO em Bruxelas.

No encontro, onde se vai discutir o apoio à Ucrânia, o ministro disse esperar que o cessar-fogo temporário dê lugar à libertação de “cada vez mais reféns, incluindo os de nacionalidade portuguesa”.

Israel já recebeu a lista de 10 reféns que deverão ser libertados esta terça-feira, depois do país e o Hamas terem acordado estender as tréguas humanitárias por mais dois dias, até esta quarta-feira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+