Tempo
|
A+ / A-

João Gomes Cravinho inicia visita de dois dias ao Médio Oriente

24 nov, 2023 - 03:25

João Gomes Cravinho e a homóloga da Eslovénia, Tanja Fajon, reúnem-se, esta sexta-feira. na região sul de Israel com o homólogo israelita, Eli Cohen, e serão recebidos, em Telavive, pelo Presidente israelita, Isaac Herzog.

A+ / A-

O chefe da diplomacia portuguesa, João Gomes Cravinho, e a homóloga da Eslovénia, Tanja Fajon, iniciam hoje uma deslocação de dois dias ao Médio Oriente, com paragens em Israel e na Palestina, mas também pela Jordânia e pelo Egito.

Os ministros chegam à região no mesmo dia em que está previsto o início de uma trégua de quatro dias entre Israel e o grupo islamita Hamas na Faixa de Gaza, que prevê a troca de reféns israelitas e prisioneiros palestinianos e a entrada de mais ajuda humanitária no enclave.

"Dar continuidade ao diálogo e consultas com atores na região, contribuindo para o diálogo político em curso, indispensável para responder à situação e relançar a via diplomática para a construção de uma paz duradoura e sustentável, ancorada numa solução de dois Estados" são os objetivos traçados para a visita, segundo referiu a diplomacia portuguesa.

João Gomes Cravinho e Tanja Fajon reúnem-se, esta sexta-feira, na região sul de Israel com o homólogo israelita, Eli Cohen, e serão recebidos, em Telavive, pelo Presidente israelita, Isaac Herzog.

Seguem depois para Ramallah, onde têm uma reunião agendada com o homólogo palestiniano, Riyad al-Maliki, bem como serão recebidos pelo primeiro-ministro, Mohammad Shtayyeh.

Já no sábado, os ministros estarão na Jordânia e no Egito, com uma agenda de contactos focada no diálogo sobre a situação atual e as perspetivas de paz na região.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+