A+ / A-

Inteligência artificial

UE assina acordo para testar segurança da inteligência artificial

02 nov, 2023 - 18:41 • João Pedro Quesado

O acordo promovido pelo primeiro-ministro britânico também inclui os Estados Unidos da América, o Japão, a Austrália, o Canadá, e alguns países europeus. Reino Unido e EUA vão estabelecer institutos para a segurança da inteligência artificial.

A+ / A-

A União Europeia assinou esta quinta-feira um acordo promovido pelo Reino Unido para a testagem prévia da segurança de modelos de inteligência artificial. O acordo foi anunciado pelo primeiro-ministro britânico no final de uma cimeira de dois dias acerca do tema.

Segundo o jornal Politico, Rishi Sunak anunciou que a Alemanha, a Austrália, o Canadá, a Coreia do Sul, os Estados Unidos da América, a França, a Itália, o Japão, Singapura e a União Europeia se juntaram ao Reino Unido para testar os modelos de inteligência artificial de oito empresas.

Sunak anunciou que as empresas Amazon Web Services, Anthropic, Google, Google DeepMind, Inflection AI, Meta, Microsoft, Mistral AI e Open AI acederam a "aprofundar" o acesso já dado à taskforce Frontier AI, estabelecida pelo Governo britânico em julho de 2023.

"Governos e empresas de inteligência artificial com ideias semelhantes alcançaram hoje um acordo de referência. Vamos trabalhar juntos para testar a segurança de novos modelos de inteligência artificial antes de serem divulgados", afirmou Sunak.

Essa testagem será possível, disse, "devido à decisão que tomei com a vice-presidente Kamala Harris, de os governos britânico e norte-americano estabelecerem institutos líderes mundiais em segurança da inteligência artificial". Os institutos terão a "capacidade do setor público em testar os mais avançados modelos de fronteira".

Rishi Sunak também anunciou os detalhes de um acordo alcançado quarta-feira para estabelecer um painel internacional conselheiro acerca dos riscos da inteligência artificial de fronteira.

O painel vai funcionar da mesma forma que o Painel Intergovernamental sobre as Alterações Climáticas (IPCC), e vai ser formado por representantes dos 28 países presentes na cimeira.

A cimeira sobre segurança na inteligência artificial foi a primeira grande cimeira internacional sobre o tema. No local onde Alan Turing descodificou a encriptação usada pela Alemanha nazi, discutiram-se os riscos da inteligência artificial, especificamente o uso indevido e a perda de controlo sobre esta tecnologia.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+