A+ / A-

Zelensky realça importância de caças F-16 porque "domínio da Rússia no céu é absoluto"

29 ago, 2023 - 22:05 • Redação

O Presidente da Ucrânia comentou também a morte do líder do grupo Wagner, Prigozhin, apontando que o Vladimir Putin não é de confiança e já não é tão forte.

A+ / A-

O Presidente da Ucrânia realçou a importância do país receber cerca de 160 caças F-16, apontando que "o domínio da Rússia no céu é absoluto". Os caças poderão começar a ser utilizados "no início do próximo ano".

Numa entrevista à RTP, Volodymyr Zelensky diz que é preciso uma "uma força aérea poderosa que não dê possibilidade à Rússia de dominar o espaço".

O líder ucraniano agradeceu aos países ocidentais que já estão a avançar com este processo e também agradeceu o apoio humanitário de Portugal e a recente visita de Marcelo Rebelo de Sousa.

Zelensky destacou que 50 mil ucranianos foram acolhidos em Portugal e referiu que são "muito importantes os países do mundo civilizado, ou aqueles que apoiam um futuro civilizado, ou seja a paz e não a guerra".

"O apoio político de Portugal é muito importante", reiterou.

O Presidente da Ucrânia comentou também a morte do líder do grupo Wagner, Prigozhin, apontando que o Vladimir Putin não é de confiança e já não é tão forte.

"A motivação das forças ucranianas é maior do que as forças russas", acrescentou, realçando que muitos soldados russos "não sabem por que razão estão a combater a Ucrânia".

Na mesma entrevista, Zelensky criticou as propostas de Lula de Silva para alcançar a paz e diz que não são "coerentes" com o respeito pela "integridade territorial e soberania" do país do Leste europeu.

O chefe de Estado declarou que "o presidente Lula deve perceber claramente que a guerra é na Ucrânia e não é na Rússia", e que as vítimas "são concretamente os ucranianos".

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+