Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Níger. Ataque terrorista mata sete membros da Guarda Nacional

14 ago, 2023 - 13:36 • Lusa

O ataque foi atribuído a rebeldes do Estado Islâmico e ainda prosseguem as buscas terrestres e aéreas para encontrar os responsáveis.

A+ / A-

Sete membros da Guarda Nacional do Níger foram mortos no domingo num ataque terrorista contra um destacamento militar na cidade de Abalak, na região de Tahoua, no centro-sul do país.

Segundo uma fonte da segurança à agência de notícias EFE, o número de baixas é ainda provisório, já que “as operações de busca aérea e terrestre para encontrar os assaltantes ainda continuam”.

O ataque, em que três veículos foram incendiados, foi atribuído a rebeldes do autodenominado Estado Islâmico. Abalak é uma das localidades frequentemente vítimas de ataques de grupos extremistas.

Para além da insegurança, o Níger vive uma crise política desde o final do mês passado.

O golpe de Estado de 26 de julho foi liderado pelo autodenominado Conselho Nacional para a Salvaguarda da Nação, que anunciou a destituição do Presidente e a suspensão da Constituição.

Os militares justificaram o golpe com a “contínua deterioração da situação de segurança e má gestão económica e social” e sublinharam que “todas as instituições” da república estão suspensas.

O golpe foi condenado pela maioria da comunidade internacional, com a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) a decidir ativar a “força de reserva” do bloco para uma eventual intervenção militar destinada a “restabelecer a ordem constitucional” no Níger, embora tenha assegurado que continuará a apostar no diálogo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+