Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Guterres "profundamente preocupado" com a situação no Afeganistão

15 ago, 2021 - 22:50 • Redação

Na segunda-feira, o secretário-geral fará uma intervenção na reunião aberta do Conselho de Segurança sobre o Afeganistão.

A+ / A-

O Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, está a acompanhar com "profunda preocupação" a rápida evolução da situação no Afeganistão.

Guterres pede aos talibã que tudo façam para proteger as vidas e garantir que as necessidades humanitárias possam ser prestadas.

O conflito está a forçar centenas de milhares de pessoas a fugir de casa. Em comunicado enviado aos jornalistas, as Nações Unidas lamentam que continuem a haver relatos de graves abusos e violações dos direitos humanos nas comunidades mais afetadas pelos combates.

“O secretário-geral está particularmente preocupado com o futuro das mulheres e meninas, cujos direitos conquistados devem ser protegidos. Todos os abusos devem parar”, lê-se no comunicado.

Guterres apela ainda aos talibãs e a todas as outras partes em causa para garantirem que o “direito internacional humanitário e os direitos e liberdades de todas as pessoas sejam respeitados e protegidos”.

As Nações Unidas afirmam continuar determinadas a contribuir para um acordo pacífico, promover os direitos humanos de todos os afegãos, especialmente mulheres e meninas, e fornecer assistência humanitária para salvar vidas e apoiar aos civis necessitados.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+